1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

México vence Japão em meio a protestos fora do Mineirão

Em jogo de eliminados e em clima de amistoso, mexicanos batem japoneses com dois gols de Chicharito. Do lado de fora, 60 mil manifestantes marcharam por BH e entraram em confronto com a polícia perto do estádio.

O México se despediu neste sábado (22/06) da Copa das Confederações com uma vitória por 2 a 1 sobre o Japão, em Belo Horizonte. Com os dois times já eliminados no grupo A do torneio, a partida praticamente amistosa foi marcada pelos protestos do lado de fora do Mineirão, que reuniram mais gente do que dentro do estádio.

Segundo a polícia, o protesto em BH teve cerca de 60 mil pessoas – o público no estádio foi de 52 mil. Os manifestantes chegaram a entrar em confronto com as forças de segurança quando tentaram furar o bloqueio que isolava o perímetro do Mineirão. A polícia usou gás lacrimogêneo e spray de pimenta para conter a multidão.

Dentro do estádio, o Japão até foi melhor durante o jogo, mas não soube aproveitar as chances que teve. O México, apesar do menor volume de jogo, conseguiu marcar duas vezes em jogadas áreas, ambas com Chicharito Hernández. O atacante do Manchester United ainda desperdiçou um pênalti. Pelo Japão, Shinji Okazaki descontou, já aos 40 minutos do segundo tempo.

Confed Cup Japan gegen Mexiko

De camisa branca, mexicanos comemoram um dos gols marcados por Chicharito

Apesar da eliminação, a partida mostrou que as duas seleções têm equipes competitivas. O Japão é o único, além do Brasil, já classificado para a Copa do Mundo de 2014, e o México se volta agora para as Eliminatórias, onde é apenas o terceiro colocado no hexagonal final.

Ficha técnica

Local: Mineirão – Belo Horizonte

Gols: Chicharito Hernández (8 e 20 do segundo tempo); Okazaki (40 do segundo tempo)

Cartões amarelos: Ochoa (México); Sakai (Japão)

Arbitragem: Félix Brych (Alemanha), auxiliado por seus compatriotas Mark Borsch e Stefan Lupp.

Japão: Eiji Kawashima; Yasuyuki Konno, Yuzo Kurihara, Hiroki Sakai (Atsuto Uchida), Yuto Nagatomo (Kengo Nakamura); Yasuhito Endo, Hajime Hosogai, Keisuke Honda, Shinji Kagawa; Shinji Okazaki e Ryoichi Maeda (Maya Yoshida). Técnico: Alberto Zaccheroni.

México: Guillermo Ochoa; Hiram Mier, Héctor Moreno, Jorge Torres e Diego Reyes; Gerardo Torrado, Jesús Zavala, Andrés Guardado (Carlos Salcido) e Giovani dos Santos (Pablo Barrera); Chicharito Hernández e Raúl Jiménez (Javier Aquino). Técnico: José de la Torre.

Leia mais