1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Média de empregados em 2001 foi a maior da Alemanha reunificada

Apesar da crise no mercado de trabalho, a Alemanha registrou média de 38,8 milhões de trabalhadores em 2001, a maior desde a reunificação. No entanto, o desemprego atingiu 3,95 milhões de pessoas no final de dezembro.

default

Desempregados diante do Departamento Federal do Trabalho

Embora nunca tenha sido tão elevado desde a reunificação da Alemanha, o número de pessoas ocupadas aumentou apenas 0,1% (55 mil novos trabalhadores) em 2001, o que representa praticamente uma estagnação. Em 2000 registrou-se aumento de 1,6%, no ano anterior havia sido de 1,2% e em 1998 de 1,1%, segundo dados do Departamento Federal de Estatísticas.

O balanço de 2001 revela ainda duas tendências negativas: o crescimento do setor de prestação de serviços foi bem menor do que nos anos anteriores e a perda de empregos em setores tradicionais, como agricultura e construção civil, foi bastante acentuada.

Apesar de ter crescido apenas 0,8%, o setor de prestação de serviços, como comércio, restaurantes, bancos e seguros, conseguiu absorver parte dos trabalhadores desempregados de outras áreas.

O número de trabalhadores autônomos cresceu no ano passado 0,5% para 4 milhões. O número de empregados aumentou 0,25% para 34,8 milhões.

No mês de dezembro, cerca de 160 mil pessoas ficaram sem emprego na Alemanha, segundo dados divulgados pelo jornal Bild. O índice de desemprego dos últimos quatro meses superaria assim a média do ano anterior, que foi de 9,2%. As estatísticas oficiais do Departamento Federal do Trabalho só serão divulgadas na próxima semana.

Links externos