1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Márcia Haydée comemora 65 anos com novo espetáculo

O Balé de Stuttgart comemora com espetáculo de gala os 65 anos de sua ex-primeira bailarina e diretora.

default

Marcia Haydée nasceu em Niterói

A bailarina e coreógrafa brasileira Márcia Haydée, festejada como a "Maria Callas da dança", foi homenageada no sábado (20) com um espetáculo de gala no Teatro de Stuttgart em comemoração aos seus 65 anos, completados no dia 18.

Aufführungsfoto: Marcia Haydée und Isamel Ivo

Marcia Haydée e Ismael Ivo em "Aura"

Faz parte do programa M como Callas, o novo trabalho conjunto de Márcia Haydée e Ismael Ivo, que já coreografaram e dançaram juntos Tristão e Isolda, Aura e Édipo Rei.

Márcia, que críticos consideram uma das melhores, senão a melhor bailarina do século 20, vive na Alemanha desde 1961, quando veio para Stuttgart atuar no balé então dirigido por John Cranko. Como primeira bailarina da companhia, brilhou no papel de mulheres marcantes, como em Romeu e Julieta, Onegin, A Megera Domada.

Três anos após a morte inesperada de Cranko, em 1973, ela assumiu a direção do balé, função que exerceu durante 20 anos, um período marcado por altos e baixos. Descontente no final, passou o bastão para Reid Anderson, em 1996, mas não pendurou as sapatilhas.

Continua atuando nos palcos como dançarina e coreógrafa em espetáculos nem sempre recebidos com entusiasmo pelos críticos. "Muita gente está brava comigo porque, com minhas novas atividades, destruo sua visão da bailarina dançante", reage ela. Márcia, que nunca teve grandes problemas com a idade, considera-se uma pessoa feliz: "Fui recompensada por aquilo que amo". (lk)

Leia mais