1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Lufthansa enfrenta 13ª greve em um ano e meio

Paralisação começa na terça-feira. Metade de voos de longa distância da empresa foram cancelados. Funcionários são contra terceirização de postos de trabalho no exterior e modificação do sistema de aposentadoria.

Os pilotos da companhia aérea alemã Lufthansa anunciaram nesta segunda-feira (07/09) a 13ª greve em 18 meses. A paralisação nos voos de longa de distância, de passageiros e transporte, terá início às 8h (horário local) desta terça-feira. Os trajetos de curta e média distância sofrerão paralisações também durante toda a quarta-feira.

Além disso, a greve também atingirá rotas da subsidiária da empresa, a Germanwings, que "tem como objetivo substituir os voos da Lufthansa", anunciou o porta-voz do sindicato dos pilotos Cockpit, Markus Wahl.

Devido à paralisação, a empresa cancelou quase metade dos voos de longa distância programados para os próximos dias. Ao todo, 84 voos foram cancelados, pelo menos um deles com destino ao Brasil foi afetado. A empresa pede que os todos passageiros com viagem marcada consultem a situação de seus voos no

site da Lufthansa

.

A paralisação de quarta-feira deve afetar centenas de voos de curta e média distância. O estopim da greve é uma disputa trabalhista sobre a terceirização de postos de trabalho no exterior.

Essa é a primeira greve desde a tragédia do

voo 4U-9525

da Germanwings, que caiu nos Alpes franceses em março. A disputa trabalhista vem ocorrendo há um ano e meio e envolve o futuro do grupo.

A Lufthansa planeja oferecer mais rotas através de suas subsidiárias low cost, estendendo os voos a trechos de longa distância. O projeto desagrada os funcionários da companhia, pois os planos preveem que as equipes dessas subsidiárias recebam salários menores do que os previstos pelas tarifas da Lufthansa.

Além disso, a empresa planeja modificar o sistema de aposentadoria antecipada. Até agora, os pilotos da Lufthansa podiam se aposentar com 55 anos, recebendo 60% de seu salário até a idade legal de aposentadoria. A Lufthansa planeja aumentar o limite de idade.

CN/rtr/afp

Leia mais

Links externos