1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Lobos reaparecem na Alemanha depois de 100 anos

Um casal de lobos com seus quatros filhos foi visto num campo de treinamento militar do leste da Alemanha. Uma sensação, pois julgava-se que os animais estavam extintos no país.

Há 100 anos não existe mais nenhum lobo na Alemanha. A extinção desses animais começou em meados do século 19 e, 50 anos depois, eles haviam desaparecido completamente das florestas alemãs. De vez em quando aparecia um ou outro lobo desgarrado, vindo da Polônia, que em seguida ia embora.

Mas agora, pela primeira vez, um casal de lobos com seus quatro filhotes instalou-se num campo de treinamento militar do estado da Saxônia, leste da Alemanha. Os biólogos estão fascinados com a novidade e garantem que os lobos não representam nenhum perigo para a população. A área militar é um habitat ideal para os lobos. Há muitas presas e o ruído dos tiros de canhões e tanques de guerra parece não incomodar os animais.

Tímidos - No início de março, vários especialistas em meio ambiente e animais participaram de uma conferência internacional sobre lobos em Weiskeissel, região de Oberlausitz. O guia florestal Rolf Röder, o primeiro a encontrar o casal de lobos, disse que estes são absolutamente tímidos e que fugiram ao lhe ver.

O campo de treinamento de Oberlausitz tem área de 16.500 hectares e estende-se numa faixa praticamente inabitada ao longo do rio Neisse, na fronteira da Alemanha com a Polônia. As Forças Armadas realizam aí regularmente exercícios de tiro com tanques e artilharia pesada.

Sensação – Para a Alemanha, o retorno dos lobos é uma verdadeira sensação. Trata-se da primeira alcatéia que aqui aparece e pelo menos duas outras estão se deslocando da Polônia em direção ao campo de treinamento militar.

Segundo Gesa Kluth, os lobos foram extintos na Alemanha praticamente há 150 anos, em meados do século 19. A partir daí começou a época dos últimos lobos e o derradeiro foi visto em 1904. O que fazer agora com os novos animais? Por enquanto o melhor é deixá-los em paz, aconselham os especialistas da conferência internacional de lobos.