1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Lista dos 32 participantes do próximo Mundial está completa

Austrália derruba Uruguai. Suíços perdem e são agredidos pelos turcos, mas garantem vaga. Espanha, República Tcheca e Trinidad e Tobago também se classificam.

default

Jogadores suícos buscam refúgio nos vestiários, após o jogo

Duas surpresas e uma pancadaria marcaram a definição das últimas cinco vagas para a Copa 2006, nesta quarta-feira (16/11). Enquanto a Austrália eliminou o Uruguai, a Suíça perdeu de 4 a 2 para Turquia, mas mesmo assim se classificou para sua oitava participação num Mundial, graças à vitória de 2 a 0, do último sábado, em casa.

No "inferno de Istambul", Frei abriu o placar aos 2 min, de pênalti, mas a Suíça tremeu um bocado, depois que os turcos viraram o jogo, com dois gols de Tuncay, aos 22 e 36 min, e um de Necati, aos 7 min do 2ºT, também de pênalti. Aos 39 do 2ºT, Steller – do Stuttgart – marcou o gol da classificação suíça. Tuncay ainda ampliou para 4 a 2 para os turcos, a um minuto do final do tempo regulamentar.

Fifa indignada

Após o apito final, os jogadores suíços tiveram de sair correndo para os vestiários, para escapar dos objetos lançados no gramado pela torcida turca. No caminho, ainda foram agredidos por seguranças e reservas da Turquia. Em volta do estádio, ocorreram pancadarias.

O presidente da Fifa, Josef Blatter, manifestou-se indignado com as agressões e anunciou uma apuração rigorosa e punições severas. "A Fifa vai esperar o relatório oficial do jogo. Quem for atacado ou acusado, terá o direito de se defender", acrescentou. Blatter não descartou a possibilidade de suspender a Federação Turca de Futebol da disputa das Eliminitórias para a Copa 2010.

Austrália elimina Uruguai

Australien schlägt Uruguay

Duelo dos 'urus' contra os 'cangurus' foi marcado por jogadas duras

Diante de 82,7 mil torcedores no Estádio Olímpico de Sydney, a seleção da Austrália derrotou o Uruguai por 4 a 2 nos pênaltis e se classificou pela segunda vez para uma Copa do Mundo. No tempo regulamentar e na prorrogação, o placar foi de 1 a 0 para a Austrália, o mesmo marcador pelo qual o Uruguai ganhara o primeiro confronto em Montevidéu.

Nos 120 minutos de jogo, as duas equipes travaram um duelo de marcação cerrada, mas sem muito brilho. Os uruguaios começaram mais ofensivos e Recoba poderia ter definido o marcador aos 20 min, mas falhou sozinho na frente do goleiro Schwarzer. Aos 34 min, Bresciano assinalou o gol que levou a partida à prorrogação, que terminou sem mais gols.

O herói do jogo foi o goleiro Schwarzer, de origem alemã, que defendeu os pênaltis cobrados por Dario Rodriguez e Marcelo Zalayeta. John Aloisi, que marcou quatro gols na Copa das Confederações 2005, converteu a cobrança decisiva para a Austrália, que volta a disputar uma Copa na Alemanha, onde fez sua estréia em mundiais em 1974.

Menor participante

Trinidad and Tobago feiert

Trinidad e Tobago festeja primeira classificação para uma Copa

Trinidad e Tobago classificou-se com uma vitória apertada por 1 a 0 sobre o Barein, com o qual havia empatado em 1 a 1 no primeiro jogo. Lawrence marcou o gol decisivo, aos 49 min. Trinidad e Tobago é o participante da Copa 2006 com a menor população – tem cerca de um milhão de habitantes.

A Espanha fez apenas o necessário em Bratislava, empatando em 1 a 1 com a Eslováquia. Depois da vitória por 5 a 1 em casa, os espanhóis já tinham praticamente no bolso a passagem para ir à Alemanha em 2006, em sua 12ª participação em mundiais. Holosko marcou o gol dos eslovacos, aos 5 min do 2ºT. Villa empatou para a Espanha, aos 26 min do 2ºT.

A República Tcheca repetiu, em Praga, o placar de 1 a 0 que já havia marcado em Oslo, contra a Noruega. Rosicky, que joga no Borussia Dortmund, marcou o gol dos tchecos, aos 35 min. É a primeira vez que a República Tcheca vai participar de uma Copa, depois da divisão da Tchecoslováquia, em 1993.

As 32 seleções classificadas

Europa: Alemanha (anfitriã), Ucrânia, Holanda, Polônia, Inglaterra, Croácia, Itália, Portugal, Suécia, Sérvia e Montenegro, França, Espanha, República Tcheca, Suíça

África: Angola, Costa do Marfim, Togo, Gana, Tunísia

Ásia: Japão, Irã, Coréia do Sul, Arábia Saudita

América do Sul: Argentina, Brasil, Equador, Paraguai

América do Norte, Central e Caribe: EUA, México, Costa Rica, Trinidad e Tobago

Oceania: Austrália

Leia mais