1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Liga dos Campeões: Bayern vence, Bremen empata e Hamburgo perde

Werder Bremen e o Bayern de Munique aproveitam torneio europeu para afastar a crise, enquanto Hamburgo completa 12 jogos sem vencer.

default

Schulz, Baumann (6) e Naldo (e) não conseguiram impedir gol de empate marcado por Messi (c)

Depois da derrota do Hamburgo para o CSKA Moscou por 1 a 0, nesta terça-feira, o medo estava estampado no rosto de muitos torcedores do Werder Bremen e do Bayern de Munique antes das partidas desta quarta-feira (28/09) contra o Barcelona e a Inter de Milão, respectivamente. Depois dos 90 minutos, a sensação foi de alívio.

As duas equipes alemães aproveitaram o confronto com clubes de ponta do futebol europeu para afastar o fantasma da crise que as ronda na Bundesliga. Com bravura e sorte, o Werder Bremen conseguiu conquistar seu primeiro ponto na Liga dos Campeões 2006/2007, empatando em 1 a 1 em casa com o Barcelona. E o Bayern derrotou a Inter de Milão por 2 a 0 na Itália.

Com o coração no bico da chuteira

A ordem dada aos jogadores em Bremen e em Munique foi a mesma: "É preciso jogar com o coração", haviam dito os técnicos. O que se viu foi que, só com os pés, o Barcelona e a Inter não ganham jogos.

O Werder Bremen surpreendeu com um jogo solto e ofensivo diante do campeão espanhol, salpicado de astros como Ronaldinho, Deco e Eto'o. Sobretudo o jovem Aaron Hundt colocou a defesa do Barcelona em apuros. Foi ele quem preparou o gol do Bremen, que o zagueiro Pujol marcou contra, aos 10min do segundo tempo.

Mas o bom desempenho do Bremen não foi recompensado porque, no penúltimo minuto do tempo regulamentar, Messi assinalou o empate, após tabelar com Deco. Messi entrou no lugar do camaronês Samuel Eto'o (que se machucou no joelho) e foi o destaque do time catalão, em que Ronaldinho não teve grande atuação.

Com o empate, o Barcelona viu o Chelsea, que fez 3 a 1 no Levski Sofia, assumir a liderança isolada do Grupo A da Liga dos Campeões, com seis pontos. Já o Bremen entregou a lanterna para o Levski Sofia, que ainda não marcou pontos.

Dupla superioridade do Bayern

No Estádio San Ciro em Milão, o Bayern de Munique derrotou por 2 a 0 a Inter, que terminou o jogo com nove jogadores em campo. Com isso, os bávaros deram um passo importante rumo às oitavas-de-final da Liga dos Campeões.

Como o Werder Bremen, também o Bayern mostrou um futebol corajoso e "com muito coração", exatamente o que faltou à Inter, aparentemente amedrontada e insegura.

A equipe alemã dominou o jogo e, depois da expulsão de Ibrahimovic, aos 13min do segundo tempo, passou a ter também superioridade numérica em campo. Mas quem quase abriu o placar foi Crespo, da Inter.

O primeiro gol só foi marcado aos 36min do segundo tempo, por Claudio Pizarro. A Inter tentou reagir, mas com a expulsão de Grosso, aos 40min, os bávaros ainda conseguiram ampliar a contagem com um gol de Lukas Podolski nos acréscimos.

Hamburgo afunda na crise

Já o Hamburgo sofreu sua segunda derrota na Liga dos Campeões na terça-feira (26/09), diante do CSKA Moscou, e afundou ainda mais na crise. Sem mostrar determinação em campo, a equipe perdeu por 1 a 0 e completou uma série de 12 jogos oficiais sem vencer.

O time russo também não jogou bem, mas foi melhor nas situações de bola parada. O único gol da primeira vitória do CSKA na edição 2006/2007 da Liga dos Campões foi marcado, aos 14min do segundo tempo, pelo volante da seleção brasileira Dudu Cearense, aproveitando escanteio cobrado pelo meio-campista Daniel Carvalho, também do Brasil. Vágner Love e Jô completaram o quarteto brasileiro na equipe russa.

Com a vitória desta terça-feira, o CSKA assumiu a liderança do grupo G, enquanto o Hamburgo continua na lanterna, sem ter conquistado um ponto sequer nas duas primeiras rodadas. As duas equipes voltarão a jogar em 17 de outubro. Enquanto o CSKA receberá o Arsenal em Moscou, o Hamburgo enfrentará o Porto em Portugal.

Leia mais