1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Liberais confirmam aliança política com Karsli

Deputado estadual acusado de anti-semitismo continuará na bancada do Partido Liberal da Renânia do Norte-Vestfália.

default

Presidente do Partido Liberal, Guido Westerwelle, perde disputa política para vice Möllemann

O presidente do Partido Liberal da Alemanha (FDP), Guido Westerwelle, não conseguiu impedir que a bancada liberal do estado da Renânia do Norte-Vestfália continue trabalhando com o deputado Jamal Karsli. Numa reunião realizada na segunda-feira (3), em Düsseldorf, a cúpula estadual endossou a decisão quase unânime dos deputados liberais de manter na bancada o deputado que causara indignação pública com declarações anti-semitas.

Diretório estadual ignora apelo do presidente do partido

Apesar do respaldo de renomadas autoridades liberais, Westerwelle perdeu a disputa política para o vice-presidente do FDP, Jürgen Möllemann, que desencadeara uma polêmica nacional, ao convidar Karsli para cooperar com os liberais. Diante da imensa pressão pública e partidária contra Möllemann, que se propusera a aceitar Karsli como membro do FDP, o deputado de origem síria retirou seu pedido de filiação.

Após ter sido expulso do Partido Verde, Jamal Karsli, representante dos interesses de um amplo eleitorado muçulmano, não é filiado a nenhum partido. Apesar do veto explícito de Westerwelle contra a aceitação de Karsli como membro do FDP, o deputado recém-expulso do Partido Verde aventou a possibilidade de entrar com um novo pedido de filiação junto ao FDP, dependendo de como o trabalho com a bancada se desenvolver.

Social-democratas rejeitam aliança com FDP

O secretário-geral do Partido Social-Democrata (SPD), Franz Müntefering, exigiu que o FDP expulse Möllemann, acusado de anti-semitismo pelo Conselho Central dos Judeus da Alemanha. Müntefering alertou que "um Westerwelle sem poder e um Möllemann fora de controle" representam um alto risco, excluindo qualquer possibilidade de fazer aliança com os liberais. Os democrata-cristãos, por sua vez, continuam cogitando uma aliança com o FDP após as eleições parlamentares.

Comunidade judaica convoca protesto em Berlim

O presidente do Conselho Central dos Judeus da Alemanha, Paul Spiegel, fez severas críticas à decisão tomada pelos liberais da Renânia do Norte-Vestfália em Düsseldorf. Ele fez um apelo para que os democratas se voltem contra as tendências populistas de direita e anti-semitas na Alemanha. Para Spiegel, não se trata de proteger uma minoria, mas sim de defender o que os políticos alemães vêm construindo desde 1945.

Em associação com o American Jewish Comittee, diversas organizações judaicas e ativistas de direitos humanos convocaram para esta quarta-feira (5) um ato de protesto em frente à sede do FDP, em Berlim.

Leia mais