1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Libanês detido era estudante em Kiel

Exame de impressões digitais e testes de DNA confirmam que rapaz detido na estação central no norte da Alemanha era um dos homens filmados em Colônia com malas-bombas.

default

Policial com material apreendido na estação central de Kiel

A procuradora-geral da República, Monika Harms, informou em conferência coletiva de imprensa realizada em Karlsruhe, na tarde deste sábado (19/08), que o suspeito detido de madrugada na estação central de Kiel é um estudante libanês de mecatrônica que vive numa casa de estudantes naquela cidade do norte da Alemanha.

Ele teria chegado à Alemanha em setembro de 2004 e estaria prestes a deixar o país, ao ser detido. Provavelmente queria fugir, depois que sua imagem, gravada por vídeos de vigilância na estação de Colônia, passou a ser divulgada pelo Departamento Federal de Investigações (BKA), na sexta-feira.

A comparação do DNA e de impressões digitais do detido com vestígios encontrados numa das maletas apreendidas no dia 31 de julho confirmou ser ele um dos supostos autores dos atentados fracassados. O libanês de 21 anos será encaminhado ao juiz de instrução na tarde de domingo, em Karlsruhe.

Os investigadores não acreditam que o estudante agora detido e o segundo suspeito, ainda foragido, tenham agido por conta própria. "Trata-se de um grupo que apresenta estruturas duradouras", declarou Harms.

Ameaça permanece, diz presidente do BKA

BKA Terroranschlag war geplant

Investigadores do BKA apresentam materiais que compunham as bombas

É preciso manter o estado de alerta, adverte Jörg Ziercke, presidente do BKA, lembrando que o segundo suspeito ainda está solto. Ninguém sabe se o erro técnico que impediu a explosão das bombas já não terá sido corrigido, e "quem sabe esteja sendo construída uma nova bomba", acrescentou.

Ziercke atribuiu a rapidez da detenção à divulgação das imagens gravadas na estação central de Colônia, onde os dois homens depositaram nos trens regionais as maletas contendo as bombas. "Isso gerou uma enorme pressão sobre os suspeitos", afirmou. Quanto à identidade do segundo rapaz, os indícios não permitiriam aifrmar que ele seja também de Kiel.

Além de investigadores do BKA, participaram na operação na capital do Estado de Schleswig-Holstein, segundo informações do secretário do Interior, Ralf Stegner, mais de 100 policiais estaduais, especialistas em explosivos e funcionários da defesa civil.

Leia mais