1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Leipzig recebe presidente do COI

Jacques Rogge, presidente do Comitê Olímpico Internacional, é recebido com todas as pompas em Leipzig, uma das candidatas a sediar as Olimpíadas de 2012. O ilustre visitante mapeia a cidade antes do próximo 18 de maio.

default

Projeto do parque olímpico

Embora esta seja teoricamente apenas uma “visita particular de trabalho”, a chegada em Leipzig do belga Jacques Rogge, presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), é vista na cidade com uma boa dose de ansiedade. Acredita-se que uma visita tão próxima ao dia D – 18 de maio, quando serão escolhidas as candidatas oficiais para sediar os Jogos Olímpicos de 2012 – possa ser de suma importância.

“Vamos mostrar Leipzig como ela é, lembrando inclusive suas múltiplas tradições. E pretendemos salientar principalmente o que será possível fazer aqui. Nosso hóspede deve sentir como o coração de Leipzig pulsa pela idéia olímpica”, declarou o prefeito Wolfgang Tiefensee.

Alojamento – Exercendo a função de anfitrião e quase guia turístico do presidente do COI, Tiefensee incluiu na programação uma visita à chamada Nova Feira – onde poderão ser realizadas várias competições durante as Olimpíadas – e uma vasculhada nas alternativas de alojamento que a cidade oferece.

Mesmo com a criação de mais 9500 quartos e mais de 48 apart-hotéis, é possível que a capacidade de hospedar em massa seja um dos pontos fracos na candidatura de Leipzig.

Durante a visita de Rogge, a cidade vive em clima de euforia: os ônibus e bondes urbanos foram decorados com material publicitário sobre a candidatura da cidade, enquanto bandeiras por todos os lados estampam tanto a tocha olímpica quanto o slogan one family, desenvolvido pela Leipzig 2012.

Vila olímpica – Nos últimos dias, os interessados no projeto colocaram as mangas de fora e espalharam mensagens repletas de confiança em tempo recorde: foram apresentados não só os três ganhadores da concorrência para o projeto aquitetônico vila olímpica, que inclui a construção de alojamentos para os atletas, como também modelos para o tráfego local, caso a cidade venha a sediar as Olimpíadas.

Entre os pontos fortes, para o prefeito Tiefensee, estão a proximidade entre as arenas, os locais de treino e o centro da própria cidade, uma infra-estrutura urbana já existente e o fato de Leipzig ser uma cidade “compacta”, ou seja, incomparável ao gigantismo das outras candidatas (Londres, Paris, Rio de Janeiro, Istambul, Madrid, Moscou, Nova York e Havana), do qual o COI anuncia que quer fugir.

JAHRESRÜCKBLICK 2003 APRIL DEUTSCHLAND OLYMPIA NOK

Chanceler federal Gerhard Schröder: apoio à candidatura da cidade

Apoio político – “Queremos mostrar que aqui tudo funciona”, avisa Mike de Vries, diretor-executivo da Leipzig 2012. A força política em prol da candidata é representada pela presença do ministro alemão do Interior, Otto Schily, que almoça com Rogge na cidade.

O premiê Gerhard Schröder, embora não possa estar presente, agendou um telefonema especial para o dia, quando comunica ao presidente do COI o interesse do país em sediar os Jogos Olímpicos.

Apenas quatro dias após a visita de Rogge, a promotoria da cidade deverá provavelmente anunciar o fim do processo contra o ex-diretor executivo da Leipzig 2012, Dirk Thärichen, afastado do cargo sob suspeita de irregularidades. “Nenhum centavo fluiu na direção errada. Não houve prejuízos, erros premeditados ou irregularidades”, afirmou o advogado de Thärichen.

Leia mais