1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Lehmann triunfa, Kahn decepcionado

Goleiro do Arsenal foi escolhido por Klinsmann para ser titular da seleção em detrimento de Kahn. Decepcionado, goleiro do Bayern de Munique deixa em aberto seu futuro na seleção.

default

Lehmann: vencedor de uma disputa irritante

O técnico alemão Jürgen Klinsmann comunicou nesta sexta-feira (07/04) à direção do Bayern de Munique que escolheu Jens Lehmann, 36 anos, do Arsenal de Londres, para ser o goleiro titular da Alemanha na Copa 2006, em detrimento do até então número 1 Oliver Kahn.

O anúncio, confirmado pela Federação Alemã de Futebol (DFB), pôs fim a uma "disputa" que causou irritações entre os dois goleiros e alimentou o noticiário esportivo alemão nos últimos 20 meses. Desde que assumiu o comando da seleção, Klinsmann adotara um inusitado sistema de rodízio entre os dois atletas.

Kahn, também de 36 anos, era melhor cotado entre os torcedores, mas seus créditos junto à comissão técnica entraram em queda vertiginosa, nos últimos dias, devido a fracas atuações no Campeonato Alemão. Enquanto isso, Lehmann atravessa uma boa fase no Arsenal, classificado às semifinais da Liga dos Campeões.

Champions League: Bayern München gegen Chelsea FC, Enttäuschung bei Torhüter Kahn

Kahn: surpreso e desapontado com a decisão

"Estou muito surpreso e extremamente decepcionado com esta decisão", disse Kahn em nota à imprensa. Vice-campeão mundial e eleito melhor jogador da Copa de 2002, Kahn disse que irá se manifestar "num momento oportuno" sobre seu futuro na seleção. Ele foi titular nas Eurocopas de 2000 e 2004 e no último Mundial, quando o Brasil derrotou a Alemanha na final por 2 a 1.

Klinsmann queria definir o dono da camisa 1 somente em maio, ao final da temporada da Bundesliga 2005/2006, mas nos últimos dias o Bayern de Munique aumentou a pressão sobre o técnico, para que escolhesse Kahn, que sob seu comando tomou 46 gols em 58 jogos pela seleção.

Lehmann, que se transferiu em 2003 por 3,5 milhões de euros do Borussia Dortmund para o Arsenal, já integrou o plantel da seleção alemã em quatro grandes torneios, mas não atuou um minuto sequer nas Copas de 1998 e 2002 e nas Eurocopas de 2000 e 2004. Até agora, defendeu 29 vezes o gol alemão. Em 12 jogos na era Klinsmann, tomou 18 gols.

"Esta foi a decisão mais difícil que já tive como técnico. É claro que Oliver ficou desapontado, mas aceitou como um grande esportista", disse Klinsmann. Segundo treinador de goleiros, Andreas Köpke, "os dois goleiros têm habilidades extraordinárias. Mas estamos convencidos de que Jens Lehmann se enquadra melhor em nossa filosofia", disse.

Leia mais