1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Laser e parabólica contra turbulências

Os céus europeus estão cada vez mais congestionados. Uma redução segura da distância entre os aviões pode ajudar a solucionar o problema. O Instituto Fraunhofer desenvolveu um aparelho para isso.

default

Menor espera para pousos e decolagens com a nova tecnologia


O tráfego aéreo é cada vez mais intenso. Isso gera uma espécie de congestionamento nos corredores aéreos e provoca atrasos no pouso e na decolagem das aeronaves, em especial nos grandes aeroportos. Um dos motivos de tais esperas é a distância de seis milhas (aproximadamente 11 quilômetros) que os aviões têm de guardar entre si por motivo de segurança. Evita-se dessa maneira que as turbulências provocadas pelas próprias aeronaves ponham em risco as manobras de vôo.

Contudo, as seis milhas de segurança podem ser desnecessárias em muitos casos. Até agora faltava um aparelho capaz de medir a intensidade da turbulência à frente e de fixar com maior precisão a distância a ser resguardada entre os aviões, de caso para caso. Qualquer redução dessa distância significa maior rapidez na operação dos aeroportos e menor espaço de tempo entre os diversos pousos ou decolagens.

Teste num Cessna

O aparelho de medição das turbulências foi desenvolvido agora pelo Instituto Fraunhofer de Óptica Aplicada e Mecânica de Precisão (IOF), em Jena, no Leste alemão. O trabalho de pesquisa foi feito por oito equipes de quatro países, sob a coordenação do engenheiro alemão Thomas Peschel, do IOF.

Um protótipo do sistema começou a ser testado agora, a bordo de um avião Cessna. Se tudo correr como planejado, o aparelho poderá no futuro fazer parte do equipamento de segurança de todas as grandes aeronaves.

Segundo Thomas Peschel, a meta de desenvolvimento do sistema era clara desde o início: "Se pudéssemos medir diretamente a posição e a verdadeira intensidade da turbulência, a distância de segurança poderia ser reduzida e adaptada às circunstâncias reais".

Laser e parabólica

A solução foi encontrada através do emprego de raio laser e de uma espécie de antena parabólica com superfície espelhada. "O princípio de medição é relativamente simples", afirma Peschel. "Feixes intermitentes de raio laser são lançados à frente do avião, a luz espalha-se pelos aerossóis e partículas de poeira do ar, que são registrados então por um detector."

Um software foi desenvolvido para analisar em fração de segundo a intensidade de reflexão da luz do laser, deixando claro se ainda há turbulência no ar ou se já reina novamente a calmaria, por exemplo, após a decolagem de um avião.

O novo aparelho de segurança na aviação será apresentado oficialmente ao público especializado durante a feira Optatec, de 22 a 25 de junho, em Frankfurt do Meno. Ele deverá constituir uma das principais atrações no stand coletivo dos Institutos Fraunhofer.


Leia mais