1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Ladrões arrombam museu em Berlim e levam quadros valiosos

Nove quadros de renomados pintores expressionistas alemães foram roubados do Museu Brücke, em Berlim, na madrugada deste sábado (20).

default

Policial mostra foto de dois quadros roubados

Segundo informações da polícia berlinense, os ladrões entraram no museu provavelmente por volta das 5.30 horas da madrugada. Eles arrombaram uma janela, depois de desligar o sistema de alarme do museu. A quadrilha não deixou nenhuma pista. As autoridades policiais dirigiram um apelo à população de Berlim, em busca de eventuais testemunhas, que tenham observado algum fato suspeito nas proximidades do museu, nos últimos dias.

Foram roubados seis quadros de Erich Heckel (1883-1970), bem como um quadro de Emil Nolde (1868-1956), um de Ernst Ludwig Kirchner (1880-1938) e um de Max Pechstein (1881-1955). O Museu Brücke possui a maior coleção de obras dos pintores expressionistas alemães que fizeram parte do grupo artístico "Die Brücke". O grupo foi fundado em Dresden em 1905, mudou-se para Berlim cinco anos mais tarde e desfez-se em 1913.

O Museu Brücke foi inaugurado em 1967, para abrigar a coleção de 74 pinturas de Karl Schmidt-Rottluff, doada pelo artista à cidade de Berlim, em 1964, por ocasião do seu 80º aniversário. O acervo foi enriquecido através de novas doações e de aquisições de obras de outros pintores expressionistas alemães. O museu permaneceu fechado neste sábado.