1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Lúcio e Makaay salvam Bayern de Munique

Wolfsburg assume liderança do Campeonato Alemão. Leverkusen decepciona na Bundesliga, depois de brilhar na Liga dos Campeões. Schalke 04 vence com técnico interino. Sem Kuranyi, Stuttgart não sai de um empate.

default

Lúcio comemora gol no jogo contra o Borussia Dortmund

O Borussia Dortmund já acreditava ter vencido o principal clássico da quinta rodada da Bundesliga, neste fim de semana, mas nos últimos minutos do jogo ainda tomou dois gols, empatando em 2 a 2 com o Bayern de Munique. O destaque do jogo foi o brasileiro Éwerthon, que marcou os dois gols do Borussia.

Depois de um desempenho sofrível diante do Maccabi Tel Aviv, na última quarta-feira, pela Liga dos Campões, o Bayern ainda procura seu ritmo no Campeonato Alemão. "Jogamos um péssimo primeiro tempo aqui em Dortmund", disse o vice-presidente do clube, Karl-Heinz Rummenigge. Desfalcado por Deisler e Ballack, o Bayen ainda salvou um ponto com gols de cabeça de Lúcio e Makaay (que aproveitou um cruzamento de Zé Roberto).

Com sua quarta vitória em cinco jogos (2 a 1 sobre o Hansa Rostock), o Wolfsburg assumiu a liderança da tabela.

Bildbox FC Bayern München - Borussia Dortmund, 5. Spieltag

Fußball-Bundesliga 2004/2005 5. Spieltag Bildbox FC Bayern München - Borussia Dortmund

Nürnberg melhor que Real Madri?

Antes da partida no estádio BayArena, o técnico do Nürnberg, Wolfgang Wolf, disse que seu time é melhor do que o Real Madrid, goleado por 3 a 0 pelo Bayer Levekusen, na primeira rodada da Liga dos Campeões. A declaração do treinador parece ter motivado a equipe. O Nürnberg começou furioso e abriu uma vantagem de 2 a 0 no placar, mas não soube administrar o resultado. Graças à qualidade técnica de jogadores como o atacante Berbatov (França não jogou), o Leverkusen ainda chegou ao empate de 2 a 2 em casa.

Dois novatos (Feydoon Zandi e Marco Engelhardt) garantiram a vitória do Kaiserslautern, arrancando o time da zona de rebaixamento. O resultado de 2 a 1 foi um alívio para o técnico Kurt Jara, enquanto a situação do treinador do Hamburgo se tornou ainda mais crítica. A direção do clube disse que ainda confia em Klaus Toppmöller, mas essa promessa já foi ouvida por Jara, em outubro e 2003, quando ainda comandava a equipe hamburguesa.

Assistente melhor que técnico?

No Schalke, o técnico interino Addy Achterberg, que era assistente do demitido Jupp Heynckes, já conquistou duas vitórias: 5 a 1 sobre o Metalurgs Liepaja pela Copa da Uefa e 3 a 2 sobre o Borussia Mönchengladbach, pela Bundesliga, no sábado (18/09).

O Werder Bremen parece ter superado a derrota de 2 a 0 para a Inter de Milão pela Liga dos Campeões e ganhou, tranqüilo, por 3 a 0 do Hannover.

No duelo entre os clubes que subiram da segunda divisão, Mainz mostrou muita moral e conquistou um ponto no empate de 1 a 1 com o Bielefeld, que ainda não venceu nesta temporada. Já o Mainz ocupa o quinto lugar na tabela, depois de cinco jogos na primeira divisão.

As quatro equipes que entraram em campo no domingo continuam invictas no campeonato. O Freiburg empatou com o Bochum (1 a 1). Em seu 100º jogo na Bundesliga, o goleiro holandês van Duijnhoven garantiu a conquista de um ponto pelo Bochum, fora de casa, com defesas espetaculares no segundo tempo.

No Estádio Olímpico de Berlim, o Hertha Berlim recebeu o Stuttgart, desfalcado do goleador Kevin Kuranyi, que se contundiu no jogo pela Copa da Uefa em Budapeste. Desde os 43 minutos do primeiro tempo, quando Nando Rafael foi expulso por reclamação (jogou a bola para longe, depois de haver recebido cartão amarelo), o time da capital alemã atuou com dez jogadores. O Stuttgart não soube aproveitar a superioridade numérica (jogo terminou em 0 a 0) e perdeu a liderança da Bundesliga para o Wolfsburg. O Berlim já está sendo chamado de "campeão dos empates": empatou os cinco jogos disputados nesta temporada.

Leia mais