Löw, o esperto estrategista à frente da seleção alemã | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 04.07.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Löw, o esperto estrategista à frente da seleção alemã

O técnico da seleção alemã, Joachim Löw, exerceu um papel decisivo na renovação do time, inovação nos métodos de treinamento e introdução de um estilo atraente de jogar no ataque.

default

Com Löw, Alemanha foi vice na Eurocopa de 2008

Como assistente do ex-treinador da seleção alemã durante dois anos, Joachim Löw ganhou a reputação de esperto estrategista e organizador, capaz de adaptar jogadores inexperientes e transformá-los em atletas de alto nível.

O suábio, cujo apelido carinhoso é "Jogi" (lê-se iôgui), ajudou Jürgen Klinsmann a enfrentar a forte oposição aos métodos inovadores de trabalho de seu antecessor no cargo. "Nós fomos fortes e somos um ótimo, ótimo time, que aprendeu como pode ser a cooperação através da comunicação, transparência e críticas abertas", disse Löw certa vez.

De jogador a técnico

Joachim Löw é o treinador da seleção alemã desde 1º de agosto de 2006. Ele ocupou o cargo deixado por Jürgen Klinsmann, de quem fora auxiliar desde 2004.

Löw, o mais velho de quatro irmãos, nasceu no dia 3 de fevereiro de 1960, em Schönau, no Estado de Baden-Württemberg, sudoeste da Alemanha. Em sua carreira como jogador, não conseguiu se impor nos clubes pelos quais jogou, ficando frequentemente no banco e, por isso, trocou muito de equipe.

Passagem pela seleção sub-21

Sua carreira profissional começou em 1978 no SC Freiburg, que neste ano havia subido para a 2ª Divisão. De 1979 a 1980, disputou quatro partidas pela seleção alemã sub-21. Em 1980, mudou-se para o Stuttgart, em seguida foi para o Eintracht Frankfurt, e em 1982 voltaria ao Freiburg. A temporada 1983/1984 seria a melhor em sua carreira como jogador: em 31 jogos pela Segunda Divisão, ele marcaria 17 gols.

Fußball EM-Qualifikation Joachim Löw und Hansi Flick

Löw e seu assistente, Hansi Flick

Após uma rápida passagem pelo Karlsruher SC, retornou ao Freiburg, da Segunda Divisão, onde de 1985 a 1989 marcaria 38 gols em 116 partidas. Seguiriam-se os clubes suíços FC Schaffhausen, de 1989 a 1992, e o FC Winterthur, também por dois anos. Foi no FC Winterthur que começou sua carreira como treinador.

Nesta posição, passou por Stuttgart, Fenerbahce, Karlsruher SC, Adanaspor AS, FC Tirol Innsbruck e FK Austria de Viena.

Seus maiores êxitos são o campeonato austríaco de 2002 com o Tirol Innsbruck, a Copa da Alemanha de 1997 à frente do Stuttgart, com quem alcançou, no ano seguinte, a final da Recopa Europeia, que perdeu por 1 a 0 para o Chelsea.

Pela seleção alemã, conquistou a terceira colocação na Copa de 2006, como auxiliar técnico, e o vice-campeonato na Eurocopa de 2008, disputada na Áustria e na Suíça. Joachim Löw é casado (sua esposa chama-se Daniela) e não tem filhos. (mm)

Leia mais