1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Líder e lanterna da Bundesliga se enfrentam em semifinal

Vizinhos rivais, Leverkusen e Colônia fazem primeira semifinal da Copa Alemanha. Favoritos, anfitriões esperam jogo difícil. Schalke e Bayern de Munique disputam a segunda vaga na final, em clima de revanche.

default

No Campeonato Alemão, o Colônia de Kreuz (esq.) perdeu em casa, por 2 a 1, para o Leverkusen de Lúcio

Bayer Leverkusen e Colônia encaram-se na noite desta terça-feira, pelas semifinais da Copa Alemanha (DFB-Pokal), tentando deixar de lado a realidade do Campeonato Alemão, no qual são líder e lanterna, respectivamente. Os pontos da Bundesliga, porém, não têm a menor importância para a classificação à final da Copa Alemanha.

Por isto, o clima é de estado de alerta em Leverkusen. "Esta será nossa mais difícil partida na temporada. Para o Colônia, esta é a última chance de salvar alguma coisa", ressalta o atacante Kirsten, autor do gol que deu ao Leverkusen, em 1993, o título de campeão da Copa Alemanha.

O diretor Reiner Calmund e o treinador Klaus Toppmöller advertem os jogadores da importância da partida. Ela seria até mesmo mais relevante do que a da próxima semana contra a Juventus, pela Liga dos Campeões. "Com uma vitória não estaremos apenas na final da Copa, mas também certamente numa competição européia", afirma Calmund, revelando uma estranha insegurança sobre a colocação do atual líder ao fim da Bundesliga, na qual até o quinto lugar garante vaga na Copa da Uefa.

"Temos de esquecer a tabela do Campeonato Alemão. Aqui vamos precisar de 90 ou 120 minutos de amor à camisa e determinação", acrescenta Calmund, consciente de que o sistema de partidas tudo-ou-nada da Copa Alemanha exige total concentração e dedicação dos jogadores, sem perdoar tropeços como o de sábado em Freiburg.

No Colônia, todos preferem a modéstia e preferem colocar-se absolutamente na condição de zebra no duelo com os rivais do outro lado do Rio Reno. "Se formos realistas, nossas chances são de cerca de 1%. Contra isto, vamos precisar de garra, nossa torcida e um pouco de sorte", diz o líbero Cichon, autor do gol que acabou com o jejum do Colônia na Bundesliga, após mais de 11 partidas.

Schalke e Bayern de Munique fazem na quarta-feira a outra semifinal. A partida é igualmente aguardada com expectativa. "Estamos totalmente motivados. Não queremos perder pela segunda vez. Os 5 a 1 ainda estão atravessados na garganta. Não dá para esquecer", anuncia o atacante Élber, do Bayern de Munique, referindo-se à goleada sofrida no AufSchalke no reinício do Campeonato Alemão, em janeiro.

Leia mais