1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Kirchner diz que não vai à final da Copa, Merkel confirma presença

Milhares de torcedores argentinos são esperados no Maracanã, mas, por alegados motivos de saúde, a presidente não estará entre eles. Do outro lado, Merkel dará força aos alemães.

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, confirmou numa carta enviada à presidente Dilma Rousseff nesta quinta-feira (10/07) que não estará no Maracanã para assistir à final da Copa do Mundo, no próximo domingo, entre Argentina e Alemanha.

"Agradeço de forma especial o convite para lhe acompanhar, junto a outros governantes", diz o início da carta em que Kirchner explica as razões por que não estará ao lado de Dilma e da chanceler federal alemã, Angela Merkel. A chefe de governo alemã anunciou que irá ao Brasil junto com o presidente do país, Joachim Gauck.

A carta divulgada pelo governo argentino menciona como um dos motivos para a ausência uma faringolaringite severa, que acomete Kirchner há mais de uma semana.

A presidente também diz que, no dia seguinte à final, terá que viajar ao sul da Argentina para o primeiro aniversário de seu neto Nestor Ivan. "Como avó que também és, deves imaginar a vontade que tenho de compartilhar este momento com minha família."

Kirchner também menciona sua presença na cúpula dos Brics e da União das Nações Sul-Americanas (Unasul) na próxima quarta-feira, em Brasília, como uma razão para não estar presente no Rio de Janeiro neste domingo.

Fußball WM 2014 - Angela Merkel beim Deutschland-Spiel

Merkel assistiu ao primeiro jogo da Alemanha nesta Copa, contra Portugal, e voltará ao Brasil para a final

LPF/dpa/afp

Leia mais