1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Kerry tem encontro histórico com as Farc em Havana

Secretário de Estado americano reiterou apoio dos EUA às negociações de paz entre a guerrilha e o governo colombiano. Apesar de avanços, assinatura de acordo de paz é adiada.

default

Kerry em reunião com a delegação do governo da Colômbia em Havana

O secretário de Estado americano, John Kerry, teve encontros separados nesta segunda-feira (21/03) em Havana com negociadores das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e representantes do governo colombiano.

Segundo um comunicado do Departamento de Estados dos EUA, Kerry disse a ambas as partes que o país apoia "firmemente" o processo de paz que é negociado para dar fim a décadas de conflito armado.

A assinatura de um acordo de paz programada para quarta-feira foi adiada devido a divergências. As negociações ocorrem em Cuba desde 2012.

Kerry foi a Havana na comitiva do presidente Barack Obama, que se reuniu nesta segunda com o presidente cubano, Raúl Castro.

"Encontro histórico em Havana", escreveu no Twitter o chefe da delegação de negociações das Farc, Iván Márquez. "A paz na Colômbia avança."

O chefe das negociações de paz do governo da Colômbia, Humberto de la Calle, afirmou que "houve elementos extraordinariamente concretos" e que a ajuda oferecida pelos EUA às pessoas que aceitarem depor armas é um ponto "crítico" nas conversações.

Kerry também reiterou o compromisso dos EUA, em parceria com a Noruega, de desativar minas terrestres espalhadas pelo território da Colômbia.

Em nota, o líder das Farc, Rodrigo Londoño, diz esperar que os EUA reconheçam a guerrilha como uma "força política empenhada na expansão da democracia e do progresso social da Colômbia".

O conflito entre as Farc e o governo colombiano deixou 260 mil mortos, 45 mil desaparecidos e 6,6 milhões de deslocados.

KG/efe/afp

Leia mais