1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

KANT

Kant, racismo, terrorismo, democracia, universidades, Alemanha, energias renováveis foram os temas enfocados esta semana.

default

Venho lendo e estudando Kant há uma década e meia.
Sem dúvida, Kant é central em qualquer tipo de reflexão que você queira fazer sobre os problemas filosóficos modernos. Seja a questão da linguagem, a relação entre a ética e a política ou o estatuto da metafísica. Tudo, rigorosamente tudo na filosofia contemporânea passa por Kant.
Destaco especialmente a separação entre o em-si e o fenômeno. Aqui ele de fato revolucionou a filosofia com a sua virada copernicana. E a Paz Perpétua? antecipando as discussões sobre uma ordem internacional para a modernidade.
Sergio Baptista da Fonseca

RACISMO
Infelizmente apesar de ser lido há anos em livros e revistas que o Brasil é o celeiro racial e portanto um país sem preconceito, conheço e continuo a ouvir inúmeros casos de desvantagens profissionais devido à cor da pele. Temos diariamente uma grande vitrine, que é a televisão brasileira, que depois de inúmeras vezes ser citado publicamente a preferência dos profissionais da mídia por pessoas de pele clara e predominantemente os de tipo europeu, com olhos claros e cabelos loiros e lisos que iam de apresentadoras de telejornais a programas infantis, é que aparentemente vemos ainda com pouca expressão uma outra leva de profissionais de origem negra, levando em consideração que mais de70% dos brasileiros são descendentes da raça negra. Há um estudo que revela um preconceito acentuado contra o sexo feminino, mas particularmente não me foi quantificado em experiências no meio particular-profissional.
Juliana Pereira de Oliveira

Na minha opinião o futebol ou outra atividade que una as raças em torno de uma atividade contribui para combater o racismo, pois as pessoas passam a se conhecer melhor, o que diminiu o ressentimento e o ódio.
Tomás

TERRORISMO
É certo evitar críticas à Russia, mesmo porque não é possível transigir e ceder a exigências terroristas. Terroristas são monstros, e com seres irracionais não há possibilidade de diálogo. Os governantes do mundo inteiro deveriam unir-se firmemente na decisão de jamais ceder ao terrorismo e combater firmemente os terroristas e seus simpatizantes e financiadores, que são tão culpados quanto os que agem mal.
Nem a Europa nem ninguém está suficientemente protegido contra o terrorismo. Como proteger-se da loucura de fanáticos? Como proteger-se desta praga que mata, mutila e tortura crianças? Nem mesmo a pena de morte para esses monstros impedirá o surgimento de outros, pois sempre haverá um safado a instigar o ódio e a destruição.
Annelise Dorothea Frigeri

UNIVERSIDADES CORPORATIVAS
Uma das coisas que separam o estudo superior do treinamento é a ênfase daquele na problematização dos temas de estudo.
Corporações jamais quiseram problematizar coisa alguma, elas apenas querem agarrar-se à certeza de expandir-se indefinidamente no mercado.
Tudo que não for consistente com essas certezas é considerado metodologicamente, epistemologicamente e ontologicamente incorreto.
Então, "já não se trata de compreender a realidade, mas sim de transformá-la". ADIVINHEM QUEM ESCREVEU ISSO ?
É evidente que essas universidades (!?!) querem e podem formar as elites da sociedade.
Lyndon C. Storch Jr.

ALEMANHA
A Alemanha é o país dos meus sonhos, que me encanta e que um dia gostaria muito de conhecer. Admiro a cultura, força de vontade e capacidade de se recompor depois de duas grandes guerras. É o melhor país em cultura, ciência e engenharia mecânica do mundo. E, claro, é o país da Volkswagen, a melhor marca de carros que conheço!
Ednaldo Alves Domingues

DEMOCRACIA
Existem diferentes tipos de pessoas, certo? Existem diferentes tipos de idiomas, certo? Existem diferentes tipos de religião, certo? etc... Por que não pode haver tipos diferentes de democracia?
Arthur C. da Costa Júnior

ENERGIAS RENOVÁVEIS
Acho que o Brasil deveria usar os recursos energéticos alternativos de que dispõe, tais como sol e vento. Deixar de lado as hidroelétricas, que tanto prejuizo causam à natureza e as populações que têm de ser deslocadas. Infelizmente as autoridades (inclusive cientistas do porte do professor Luis Pinguelli Rosa) não se empenham em adotá-las.
Maria Inês Duque Estrada