1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Jutta Kleinschmidt destituída do trono por Hiroshi Masuoka

O Rali Paris-Dacar foi um triunfo total para a Mitsubishi, que conquistou as oito primeiras posições.

default

A piloto alemã ficou este ano em segundo lugar

Um ano após seu triunfo histórico, a "rainha do deserto" Jutta Kleinschmidt foi destituída do trono, no 24º Rali Paris-Dacar. A alemã, em 2001 primeira mulher a vencer a mais famosa maratona sobre rodas do mundo, foi passada para trás por seu colega de equipe, Hiroshi Masuoka. O japonês, que participou do rali pelo deserto pela primeira vez em 1987, alcançou a chegada 22 minutos antes de alemã, que teve problemas mecânicos com seu veículo.

"Nós todos nos alegramos muito com Hiroshi. Ele mereceu mesmo a vitória", declarou Jutta, que é natural de Colônia. "O melhor de tudo é o resultado da equipe, pois ele mostra como todos estavam bem preparados", acrescentou.

A equipe da Mitsubishi bateu um recorde histórico, nesta edição do rali. Os quatro primeiros lugares foram conquistados por pilotos da empresa. Os melhores, depois de Masuoka e Kleinschmidt, foram o japonês Kenjiro Shinozuka (terceiro colocado) e o francês Jean-Pierre Fontenay (quarto lugar).

As quatro posições seguintes ficaram igualmente por conta de pilotos ao volante de veículos da Mitsubishi: Carlos Sousa (Portugal), Saeed Al Hajri (Catar), Luc Alphand (França) e Klever Kolberg (Brasil).