Justiça condena autor de atentado contra soldados americanos na Alemanha | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 11.02.2012
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Justiça condena autor de atentado contra soldados americanos na Alemanha

Jovem responsável pela morte de dois soldados dos EUA ao invadir ônibus no Aeroporto de Frankfurt, em 2011, foi condenado a prisão perpétua. Caso é considerado primeiro com motivação islâmica, que levou a morte no país.

Um jovem de origem kosovar que cresceu na Alemanha foi condenado nesta sexta-feira (10/02) a prisão perpétua pelo assassinato de dois soldados norte-americanos no Aeroporto de Frankfurt, em 2011. O ataque é considerado o primeiro de fundo islâmico na Alemanha.

Um tribunal de Frankfurt declarou Arid Uka, de 22 anos, culpado por duplo assassinato e tripla tentativa de assassinato. A sentença é a primeira relativa a um atentado islâmico na Alemanha que não conseguiu ser desarticulado a tempo.

"Total estupidez"

Deutschland Anschlag Frankfurt Flughafen 02. März 2011

Arid Uka, 22, disse ter se inspirado em vídeos islâmicos

Em março de 2011, o jovem invadiu um ônibus que transportava soldados norte-americanos e disparou contra os passageiros. Além dos dois mortos, outros dois militares ficaram gravemente feridos.

Durante o julgamento, o acusado assumiu que teve a intenção de matar os soldados e pediu perdão, alegando haver cometido uma "total estupidez". O acusado recebeu o veredicto com tranquilidade e chegou a sorrir em alguns momentos. Uka havia dito ter se inspirado em vídeos islâmicos para realizar o atentado.

O juiz Thomas Sagebiel reconheceu a extrema gravidade da culpa, o que exclui a possibilidade de uma libertação antecipada após 15 anos. O procurador-geral ressaltou que teria havido outras vítimas, se a arma não tivesse ficado sem munição.

LPF/dpa/afp/rtr
Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais