1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Justiça alemã vai investigar denúncia de que celular de Merkel foi espionado

Escutas teriam sido conduzidas pela Agência de Segurança Nacional dos EUA, conforme a denúncia baseada em documentos divulgados pelo ex-analista Edward Snowden.

A Justiça alemã vai investigar as supostas escutas ao telefone celular da chanceler federal Angela Merkel pela Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos, denunciadas pelo ex-colaborador do serviço secreto Edward Snowden, anunciou nesta quarta-feira (04/06) o procurador-geral da Alemanha, Harald Range.

"Informei a comissão parlamentar de assuntos jurídicos de que abri uma investigação preliminar sobre escutas ao celular da chanceler", disse Range, após uma audição a portas fechadas na comissão. Segundo a Procuradoria-Geral, há evidências de que a espionagem teria de fato ocorrido.

O procurador adiantou que, ao menos por enquanto, não vai abrir uma investigação sobre a espionagem de comunicações eletrônicas de milhões de cidadãos alemães, igualmente denunciada por meio de documentos confidenciais divulgados por Snowden.

Merkel vai se encontrar nesta quarta-feira com o presidente dos EUA, Barack Obama, na cúpula do G7 em Bruxelas. Pouco depois da denúncia das escutas, Obama pediu desculpas a Merkel e garantiu que elas não se repetiriam.

AS/lusa/ap

Leia mais