1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Juiz italiano causa polêmica entre Real Madri e Barcelona

A indicação do juiz italiano Pierluigi Collina, para apitar a semifinal da Liga dos Campões entre o Real Madrid e o Barcelona, gerou grande polêmica na Espanha. O jogo será disputado na quarta-feira (01) em Madri.

default

O juiz Pierluigi Collina é motivo de polêmica

Collina, 42 anos, eleito melhor juiz do mundo em 2001, foi acusado pela imprensa de Barcelona de ser torcedor do Real Madrid. O motivo da acusação é de ordem financeira: o juiz italiano tem contrato publicitário com a fabricante de material esportivo Adidas, que patrocina também o Real Madrid.

A crítica contra Collina, também conhecido por "Kojak", pois é careca como o personagem da série de televisão, baseia-se sobretudo num anúncio publicitário da Adidas, no qual ele aparece junto com os jogadores Zidane e Raúl do Real Madrid.

Na opinião do jornal esportivo catalão "Sport", Collina não inspira confiança. Os interesses econômicos que cercam a partida são imensos: o Real Madrid é uma equipe da Adidas e o Barcelona um time da Nike. Mas só um dos dois irá disputar a final da Liga dos Campeões em Glasgow. O fato de um juiz que faz propaganda da Adidas ser indicado para apitar a partida é, portanto, motivo de desconfiança.

Real Madrid é favorito – Após a vitória de 2 a 0 no jogo de ida em Barcelona, o Real Madrid é o grande favorito no duelo contra o seu rival. Mas o time de Roberto Carlos começou a mostrar sinais de cansaço. No sábado perdeu de 3 a 0 do San Sebastian e despediu-se praticamente do título do Campeonato Espanhol. A Liga dos Campeões é, portanto, a última chance de conquistar um título no ano em que o clube madrilenho comemora seu centenário.

O Barcelona, apesar de estar em desvantagem, pode jogar mais solto pois não tem mais nada a perder. O time catalão, que precisa fazer pelo menos três gols para se qualificar à final, jogará desfalcado de Rivaldo que continua sentindo dores no joelho. A imprensa catalã lembra a histórica vitória de 5 a 0 sobre o Real Madrid, em 1974, quando o Barcelona tinha no seu elenco o holandês Johan Cruyff e o atual treinador Carles Rexach.

Links externos