Jovem ativista alemão a favor do clima sonha com futuro verde | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 16.06.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Jovem ativista alemão a favor do clima sonha com futuro verde

Um garoto de 11 anos organiza uma iniciativa que convida crianças a plantar 1 milhão de árvores na Alemanha até o final de 2010. Ele já foi indicado até para a comissão júnior do Programa para Meio Ambiente da ONU.

default

Felix coordena o projeto Plante para o Planeta

Aos 11 anos e um tanto tímido, Felix Finkbeiner pode parecer um garoto comum. Mas, em apenas dois anos, ele acumulou feitos extraordinários. Até 2010, pretende inspirar milhares de alunos de mais de 500 escolas na Alemanha a plantar 1 milhão de árvores.

A campanha de Felix começou em 2003, quando as Nações Unidas lançaram o desafio de plantar um bilhão de árvores em todo o mundo. Ele decidiu fazer sua parte e ficou muito surpreso com a repercussão que obteve com sua idéia de envolver crianças no projeto.

"Quando eu comecei, nunca tinha pensando que tudo aconteceria tão rápido, que plantaríamos todas essas árvores e que o projeto se espalharia por todo o mundo", comentou.

Há dois anos, Felix foi convidado a fazer um trabalho escolar sobre mudanças climáticas. Durante sua pesquisa, ele descobriu o trabalho de Wangari Maathai, ganhadora do prêmio Nobel e criadora do Movimento do Cinturão Verde, que plantou 30 milhões de árvores em 12 países africanos. Felix pensou que, se Wangari Maathai conseguiu tal façanha, os estudantes da Alemanha certamente conseguiriam plantar 1 milhão de árvores.

Atualmente, o garoto viaja pelo país fazendo apresentações. Quem participa desses encontros, obtem todas as informações que precisa para aderir ao projeto e ajudar a divulgar a idéia em suas escolas.

Família ecologicamente correta

Inspirado pelo filme Uma verdade inconveniente, de Al Gore, o pai de Felix deixou seu emprego para fundar uma empresa de consciência ecológica com sua esposa, com sede na casa da família. Frithjof Finkbeiner disse que o filho certamente foi influenciado por isso.

"Recebemos convidados do mundo todo que discutem assuntos ambientais em casa, esse é um tema presente no nosso ambiente familiar todos os dias", disse Frithjof. "Ele cresceu acreditando na ideia de que cada um pode fazer um pouco. As crianças são a melhor maneira de comunicar que cada um pode fazer algo".

As duas irmãs de Felix, Franzika, de 12 anos, e Florina, de 10 anos, também estão envolvidas no projeto desde o começo. Mas foi Felix que se tornou o porta-voz do Plante para o Planeta.

"É só porque eu não tenho medo de falar ao microfone e de fazer apresentações", disse.

Felix Finkbeiner mit Mitgliedern der Duisburger Plant for the Planet Akademie

Estudantes da Alemanha se mobilizam

Reconhecimento

Os esforços de Felix foram notados e a agenda dele está concorrida. Ele foi indicado como representante europeu na comissão júnior da UNEP, o Programa para Meio Ambiente das Nações Unidas, e convidado pra participar do encontro do G8 em julho. Para os próximos meses, há também viagens planejadas para conferências sobre o clima na Coreia do Sul e na Áustria.

Felix se acostumou a fazer apresentações e dar entrevistas, inclusive diante do Parlamento Europeu e ao lado do Nobel da Paz Al Gore. A cada dois finais de semana, o garoto viaja pela Alemanha para encontrar outros jovens.

Apesar das faltas constantes na escola, Felix recebe todo o apoio dos professores por causa de suas boas notas e do desejo de aprender mais sobre o mundo.

"Felix sempre teve muita vontade de acumular conhecimento", conta Ingo Maxeiner, antigo amigo da família Finkbeiner. "Ele observa tudo a sua volta com muita curiosidade e faz perguntas. Ele sempre ficou fascinado em saber com as coisas funcionam."

Objetivos ambiciosos

Depois de descobrir cada vez mais sobre o clima, Felix traçou novos objetivos. "A próxima meta, depois de plantar 1 milhão de árvores na Alemanha, é plantar 1 milhão de árvores em cada país do mundo e fazer 2 mil encontros do projeto Plante para o Planeta – aproximadamente dez em cada país", ele disse.

Tudo isso ficará muito mais fácil depois do lançamento de um site interativo em setembro. O site vai permitir que crianças em todo o globo mantenham atividades para o plantio de árvores em suas regiões e entrem em contato com outras crianças que queiram fazer o mesmo.

Mas Felix é realista quando o assunto é combater os problemas de emissão de dióxido de carbono e mudanças climáticas. "Tenho certeza de que o problema não será resolvido até eu chegar à idade adulta", diz. "Eu terei que me manter na ativa", reconhece.

Autora: Sarah Stolarz

Revisão: Rodrigo Abdelmalack

Leia mais