1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Jornal revela plano para ordenação de sacerdotisas católicas

Dois bispos estariam preparando em segredo as candidatas alemãs e austríacas. Igreja Católica reage despreocupada. Antes que uma mulher seja ordenada, um homem casado o será, ironiza um porta-voz.

default

Igreja garante que esta cena ainda está fora de seus planos

Mais de 20 mulheres estão freqüentando há mais de três anos cursos de formação de sacerdotes, ministrados por dois bispos católicos, e a maioria decidiu na semana passada que chegou a hora de serem ordenadas. O anúncio foi feito por Gisela Forster, uma das candidatas, que revelou o assunto ao jornal alemão Süddeutsche Zeitung, que trouxe o assunto em sua edição de sábado (30).

O objetivo da iniciativa seria chamar a atenção para a "evidente" carência de padres na Igreja Católica. A data para a consagração já estaria definida, 29 de junho, data em que o Vaticano costuma concentrar suas ordenações por ser dia de São Pedro, o fundador da Igreja Católica. Porém, o local da cerimônia feminina e os nomes dos bispos não foram divulgados. Segundo Gisela, ela acontecerá "em algum lugar da Europa Central".

O anúncio da ordenação parece não preocupar a Igreja Católica. O porta-voz da Conferência Alemã dos Bispos disse que a instituição está tranqüila diante "desta provocação externa". Rudolf Hammerschmidt acrescentou que não há motivos para "se irritar a cada bizarrice" que aparece.

Irônico, afirmou que antes de uma mulher ser ordenada sacerdotisa católica, um homem casado será padre. Hammerschmidt acredita que a Igreja se manterá fiel à sua tradição. "As mulheres podem realizar seu show, mas ele não terá conseqüências", disse o porta-voz dos bispos alemães.

Já em fevereiro, o arcebispado de Munique havia ressaltado que uma eventual ordenação de mulheres não seria reconhecida como válida. "A consagração só vale para homens batizados."

Links externos