1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Jogadores levaram 7,5 toneladas de bagagem à Ásia

O transporte de todo o material e do vestuário que será usado pelo selecionado alemão na Copa do Mundo exigiu uma verdadeira operação de logística.

default

Sheraton Phoenix Golf Resort, hotel onde os craques estão hospedados

Manfred Drechsler e Thomas Mai são os responsáveis pela bagagem da seleção alemã. Durante semanas eles supervisionaram o empacotamento de todas as roupas e objetos que serão usados pela equipe na Copa do Mundo no Japão e Coréia do Sul.

Horas antes do embarque estava tudo pronto: 20 enormes caixas de alumínio e 30 malas, com um peso total de 7,5 toneladas. Os rapazes cuidaram pessoalmente do transporte e do desembarque no hotel Sheraton Phoenix Golf Resourt, na cidade japonesa de Miyazaki.

É bem provável que tenham levado mais coisas do que o necessário. Mas a dupla garante que não quer enfrentar nenhum imprevisto e, seguindo um costume que é mais tipicamente feminino, empacotaram de tudo, afinal, nunca se sabe...

"Não podemos esquecer de nada, especialmente em uma viagem ao Japão, onde não é possível mandar buscar rapidinho algo que ficou na Alemanha", esclareceu Drechsler, que acumula experiência no ramo. Esta é a sua quinta participação em uma Copa do Mundo como responsável pela bagagem da seleção alemã.

440 camisetas - Mas, afinal, o que é que eles tanto levaram para o Japão? A lista começa com as peças básicas, como 20 conjuntos de uniformes para toda a equipe, sendo 14 na cor branca e seis em tom cinza. Isso dá um total de 440 camisetas oficiais.

Muito? Nem tanto, conforme os cálculos de Drechsler: "Nós tivemos que calcular sete partidas, sendo que no intervalo os jogadores têm a possibilidade de trocar de uniforme." Quanto aos goleiros, tanto o titular quanto os dois reservas têm 14 uniformes cada um à disposição.

Roupa e mais roupa - Isso não é tudo. Para os treinos foram levados 120 abrigos, além de camisetas, calças e uma grande quantidade de meias. Cada jogador tem quatro pares de chuteiras, algumas feitas sob encomenda pela Adidas, que, aliás, forneceu todo o vestuário esportivo para a equipe alemã e ainda as 60 bolas de futebol que serão usadas nos treinos.

Os membros da delegação alemã não foram esquecidos. Cada um recebeu da fabricante Adidas dois abrigos, oito camisas polo, seis camisetas, shorts, meias, dois pares de tênis, chinelos e ainda três bolsas de viagem.

A badalada marca Hugo Boss deu dois ternos, três camisas e gravatas, uma calça jeans, três camisetas e um par de sapatos de couro para cada representante da Federação Alemã de Futebol (DFB).

Com tanta roupa o que sobrou para a equipe levar na bagagem pessoal? De acordo com Drechsler, apenas roupa íntima e objetos de higiene.

Medicamentos - Apesar da enorme quantidade de roupa, a bagagem de mais de 7 toneladas não incluiu apenas uniformes. Uma grande quantidade de medicamentos e instrumentos médicos foi levada ao Japão. Tudo para garantir o bem estar e a boa apresentação da seleção alemã em terra distante.