1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Jean Tirole é Prêmio Nobel de Economia 2014

Economista francês é laureado por pesquisar como mercados com poucas multinacionais dominantes podem ser entendidos e regulados. É a primeira vez, desde 1999, que o Nobel da Economia não vai para um americano.

Surpresa em Estocolomo: o francês Jean Tirole foi a escolhido para o Prêmio Nobel de Economia de 2014, anunciou a Academia Real das Ciências da Suécia, nesta segunda-feira (13/10). Pela primeira vez desde 1999, quando foi laureado o canadense Robert Mundell, o vencedor do prêmio internacional não é um americano.

Tirole foi homenageado por suas pesquisas sobre o poder de mercado e regulação. A comissão citou o professor da Universidade de Toulouse, de 61 anos, como "um dos economistas mais influentes de nosso tempo". Ele contribuiu especialmente para a compreensão de como os setores econômicos com poucas empresas multinacionais dominantes podem ser compreendidos e regulados.

A Universidade de Mannheim, na Alemanha, de que Tirole recebeu o título de doutor honoris causa em 2011, confirma que o francês conta entre os economistas mais influentes e prolíficos de todo o mundo. Além de sua pesquisa sobre bolhas especulativas no início da década de 80, ele publicou trabalhos sobre economia industrial, teoria dos jogos e teoria dos contratos.

O assim chamado Prêmio Nobel da Economia é concedido apenas desde o final da década de 19660, sendo dotado com 870 mil euros. Ao contrário dos prêmios Nobel clássicos, ele não remonta ao testamento do inventor da dinamite, Alfred Nobel, nem é financiado pela Fundação Nobel. A premiação é paga pelo Banco Central da Suécia e se denomina oficialmente Prêmio de Ciências Econômicas do Banco Real da Suécia em Memória de Alfred Nobel.

A distinção será entregue em 10 de dezembro, dia da morte de Alfred Nobel, na capital sueca. Depois de Maurice Allais (1988) e Gérard Debreu (1983), Jean Tirole é o terceiro francês a recebê-lo. O último europeu laureado antes dele foi o anglo-cipriota Christopher Antoniou Pissarides , em 2010. Em 2013, os escolhidos foram os pesquisadores americanos Eugene F. Lama, Lars Peter Hansen e Robert J. Shiller, pela análise empírica dos preços de ativos financeiros.

PV/rtr/dpa/afp/

Leia mais