1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Jaguar tem ambições de ser campeã de Fórmula 1

A escuderia mantida pela Ford desenvolveu um novo carro para a temporada de 2002 – o R3, que foi testado no domingo (13) pelo ex-tricampeão mundial Niki Lauda, chefe da Jaguar.

default

Niki Lauda é o chefe de equipe da Jaguar

Após duas temporadas decepcionantes em 2000 e 2001, a escuderia Jaguar quer progredir em 2002 a fim de se aproximar das três principais equipes (Ferrari, McLaren-Mercedes e William-BMW) e, a longo prazo, ganhar o campeonato mundial de Fórmula 1.

O britânico Eddie Irvine, vice-campeão mundial em 1999 pela Ferrari e atual primeiro piloto da Jaguar, resume a ambição da escuderia: "Não se pode esquecer que a Ferrari levou 21 anos para ganhar o título mundial (Schecker em 1979, Schumacher em 2001)".

A montadora Ford, proprietária da Jaguar desde 1989 e que lançou a escuderia na Fórmula 1 em 2002, investindo somas consideráveis, está impaciente para obter resultados em 2002.

O novo carro R3 da Jaguar foi concebido pelo diretor técnico Steve Nichols, que já trabalhou na Ferrari, McLaren e Jordan. O R3 apresenta um perfil aerodinâmico completamente novo em relação ao automóvel do ano passado, cujo rendimento ficou muito aquém das expectativas.

Em 2001, Jaguar obteve o 8º lugar dentre as 11 escuderias e um só pódio: o 3º lugar de Irvine em Monte Carlo. O brasileiro Luciano Burti começou a temporada como segundo piloto mas deixou o time após a quarta prova e foi para a Prost. Da quinta corrida em diante os pilotos do time foram Irvine e o espanhol Pedro de la Rosa.

Niki Lauda volta às pistas depois de 16 anos

A necessidade de melhorar este ano a performace foi assim resumida pelo piloto de la Rosa: "É preciso que marquemos pontos regularmente para reduzir a diferença em relação às três escuderias líderes. Se não nos aproximarmos este ano da McLaren, Ferrari e Williams, então será impossível fazer projetos a longo prazo".

Niki Lauda, tricampeão de Fórmula 1 e encarregado da equipe desde 2001, estimou que o carro do ano passado era lento demais e fez bastante pressão para que houvesse mudanças em 2002.

No domingo (13) Niki Lauda entrou na pista pela primeira vez depois de 16 anos para testar o novo carro no circuito de Valencia, na Espanha. Depois de percorrer 10 voltas com o R3, Niki declarou: "Foi muito interessante para mim testar o progresso técnico dos últimos 16 anos. Minha intenção foi aprender o máximo possível sobre o sistema eletrônico do carro a fim de compreender as explicações dos pilotos."

O ex-tricampeão mundial correu em 3 de novembro de 1985 o seu 171º e último GP no circuito de Adelaide, Austrália. E, da mesma forma quando era piloto, Niki Lauda resumiu assim seu objetivo como chefe da escuderia Jaguar: "Não estamos na Fórmula 1 apenas para participar. Só a vitória nos interessa e nós fizemos as mudanças necessárias para consegui-la."

Leia mais

Links externos