1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Júri condena Tsarnaev por atentado da maratona de Boston

Jovem é considerado culpado em todas as 30 acusações que enfrentava. Ele pode receber pena de morte pelo ataque que custou a vida de três pessoas e deixou mais de 260 feridas em 2013.

Após 16 dias de julgamento, Dzhokhar Tsarnaev, de 21 anos, foi condenado nesta quarta-feira (08/04) por todas as acusações que enfrentava pelo atentado da maratona de Boston, que em 2013 deixou três mortos e mais de 260 feridos. Das condenações, 17 podem lhe render pena de morte.

Entre as acusações estão uso de arma de fogo com intenção de matar; conspiração para uso de bomba; além de planejar e executar a morte de quatro pessoas – três no atentado e uma agente da polícia atingida por um tiro durante uma perseguição dias depois do ataque.

Agora, em uma segunda fase do julgamento, cabe ao júri decidir qual será a sentença de Tsarnaev. O jovem pode ser condenado à morte ou à prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional. Antes de chegar a um veredicto, o júri levou mais de 11 horas, em dois dias, avaliando as acusações.

Durante a leitura do veredicto, Tsarnaev permaneceu em silêncio e olhando para baixo. O tribunal estava repleto de sobreviventes do atentado.

A defesa alegou, sem sucesso, que ele foi induzido a participar do ataque pelo irmão mais velho, Tamerlan Tsarnaev, que morreu durante uma perseguição policial. Chechenos étnicos, eles haviam se mudado para os EUA com a família há cerca de uma década.

O duplo atentado de Boston é considerado o mais grave registrado nos Estados Unidos desde os ataques de 11 de setembro de 2001. Em 15 de abril de 2013, duas bombas artesanais explodiram perto da linha de chegada da maratona, matando três pessoas e ferindo outras 264.

CN/rtr/apf/ap/lusa

Leia mais