1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Itália apreende 1,6 bilhão de euros da máfia

Autoridades apreendem empresas, imóveis e contas bancárias de cinco irmãos suspeitos de ligação com a Cosa Nostra. Operação é uma das maiores já realizadas contra criminosos na Sicília.

O departamento policial de combate à máfia na Itália disse nesta quarta-feira (08/07) ter apreendido bens no valor de 1,6 bilhão de euros de cinco irmãos sicilianos suspeitos de ligação com a Cosa Nostra.

O grupo criminoso teria ajudado os três irmãos e duas irmãs – descritos como "pessoas de negócios" dos arredores de Palermo, capital da Sicília – a vencer licitações de obras públicas. Os bens apreendidos são empresas, imóveis e contas bancárias.

"A operação representa por seu valor total umas das maiores já realizadas", disse a polícia em comunicado.

Segundo os investigadores, os irmãos conseguiram "desenvolver e impor seu grupo empresarial" através do conhecido método Siino, que consiste em organizar cartéis de empresários para a licitação manipulada de obras públicas. A metodologia remete ao mafioso Angelo Siino.

A Cosa Nostra – ao lado da 'Ndrangheta, da Calábria, e da Camorra, da região de Nápoles – assola a Itália há décadas. Nós últimos anos, as atividades do grupo se espalharam para cidades ao norte de seu epicentro. Três anos de recessão ajudaram a corrupção, já profundamente enraizada, a florescer no país.

No Índice de Percepção da Corrupção de 2014 da ONG Transparência Internacional, a Itália aparece na 69ª posição entre 177 países.

LPF/rtr/efe/afp

Leia mais