1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Isaac perde força, vira tempestade e desloca-se para centro dos EUA

Fenômeno climático deixou de ser classificado como furacão e afasta-se da costa do país. Apesar da intensidade bem menor que a do Katrina, Isaac pode causar prejuízos de até 2,5 bilhões de dólares.

A tempestade tropical Isaac deve continuar perdendo força nesta quinta-feira (30/08), à medida que avança na direção norte. Depois de causar danos significativos na costa norte-americana do Golfo do México – muito menores, porém, do que o devastador furacão Katrina em 2005 –, o fenômeno deixou de ser classificado como furacão.

Isaac, antes furacão da categoria 1, foi rebaixado para tempestade tropical nesta quarta-feira, mas segue provocando chuvas fortes e inundações ao se mover para a porção central dos EUA nos próximos dias, afirmou o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês).

Ao mesmo tempo, deve ficar claro que um elaborado plano de contenção de inundações desenvolvido para New Orleans sobreviveu à sua maior prova, exatos sete anos após a cidade ser devastado pelo Katrina, um furacão da categoria 3.

O prefeito de New Orleans, Mitch Landrieu, disse que o sistema de 14,5 bilhões de dólares construído pelo corpo de engenheiros do Exército dos Estados Unidos teve um desempenho "exatamente como devia". O sistema consiste num conjunto de muros, comportas, diques e bombas.

À medida que o foco se afasta costa, moradores mais ao norte do país esperam que Isaac traga chuvas, urgentemente necessárias para amenizar a seca no centro dos EUA. Culturas agrícolas de verão foram devastadas, e diversos rios e represas atingiram níveis críticos na região.

Apesar da intensidade bem menor que a do Katrina, Isaac ainda é motivo de preocupação. Segundo o NHC, chuvas pesadas, de até 64 centímetros, continuarão caindo nesta sexta-feira. Enquanto isso, mais de 730 mil habitantes dos estados de Louisiana e Mississipi continuam sem energia elétrica.

Segundo o governador de Louisiana, Bobby Jindal, pelo menos uma pessoa pode ter morrido em consequência de Isaac, que atingiu o país, ainda em forma de furacão, nesta terça-feira. Cerca de 800 casas foram danificadas somente no distrito de Plaquemines Parish, a cerca de 90 quilômetros ao sudeste de New Orleans, disse Jindal.

Isaac pode causar prejuízos de até 2,5 bilhões de dólares em Louisiana e nos arredores do estado e nas plataformas de petróleo do Golfo do México, segundo estimativas. Os preços do petróleo baixaram ligeiramente nesta quinta-feira em decorrência da tempestade tropical.

LPF/rtr/afp/dpa
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais