1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Irlandeses aprovam casamento gay

Grande maioria dos irlandeses vota a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo no país. Resultado é visto como perda de influência da Igreja Católica.

Mesmo antes do final da contagem de votos do referendo sobre o casamento gay na Irlanda, os defensores do "não" já admitiram a derrota. "Parabéns ao lado do 'sim'. Bom trabalho", afirmou o chefe da campanha dos opositores, David Quinn, neste sábado (23/05).

Os resultados oficiais da consulta popular realizada nesta sexta-feira deverão ser divulgados ainda neste sábado. De acordo com o governo, no entanto, os irlandeses votaram em grande maioria pela aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

O ministro irlandês da Igualdade de Direitos, Aodhán Ó Ríordaín, disse neste sábado que mesmo em regiões consideradas pouco liberais, a maioria votou pela mudança constitucional. Até agora, na Irlanda, o casamento só era possível entre homem e mulher. Futuramente, o sexo não terá mais importância no matrimônio entre duas pessoas.

O direito ao casamento por parte de gays e lésbicas era apoiado pelos partidos representados no Parlamento. A Igreja Católica, por sua vez, rejeita estritamente a implantação do matrimônio gay no país.

A introdução do casamento entre pessoas do mesmo sexo no país tradicionalmente católico-conservador é vista como uma perda de influência da Igreja Católica após diversos escândalos envolvendo abusos por parte de padres.

Por volta de 3,2 milhões de eleitores estiveram aptos a votar no referendo. Assim, a Irlanda é o primeiro país do mundo a realizar uma consulta popular para decidir sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

CA/epd/rtr/dpa

Leia mais