1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Iraque inicia ofensiva para retomar Ramadi do EI

Forças de segurança partem de base aérea próxima à cidade para avançar em direção a áreas controladas pelo "Estado Islâmico". Militares preveem intensos combates na luta pela retomada da capital da província de Al-Anbar.

O governo do Iraque afirmou neste sábado (23/05) que forças de segurança do país partiram de uma base aérea próxima à cidade de Ramadi para avançar em direção a áreas controladas pelo "Estado Islâmico" (EI), em nova tentativa para deter o avanço dos extremistas na região.

Um representante tribal confirmou o início da ofensiva. As forças de segurança já avançaram e teriam retomado uma grande área, afirmou o xeque Rafia Abdelkarim al-Fahdawi. De acordo com a agência AFP, uma fonte policial disse que as tropas retomaram posições dos extremistas na cidade de Husaybah, no Vale do Eufrates.

"A delegacia de polícia e regiões circundantes já foram libertadas das mãos do EI. Há progressos significativos", declarou a fonte policial. Husaybah é uma cidade estratégica e essencial para a retomada da capital da província de Al-Anbar, Ramadi.

No oeste de Bagdá, tropas do governo repeliram o avanço do EI. Os jihadistas atacaram a localidade de Al-Khalidiya, a leste de Ramadi, mas tropas governamentais e milícias tribais aliadas conseguiram realizar um contra-ataque, afirmaram fontes de segurança em Bagdá.

Ramadi foi tomada pelo EI no último domingo. Durante os combates, as forças do governo não conseguiram resistir e fugiram. A partir da cidade, a milícia jihadista pretende estender seu domínio na província. Na região há apenas poucos enclaves, como Al-Khalidiya e um campo militar, nas mãos do Exército.

Os militares preevem intensos combates na luta pela retomada da capital da província, já que o Exército iraquiano, durante a fuga, de acordo com dados dos EUA, deixou para trás um grande arsenal de armas – incluindo meia dúzia de tanques e cerca de cem veículos.

FC/rtr/afp/dpa/ap

Leia mais