1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Investimentos estrangeiros caíram 40% em 2001

Os investimentos estrangeiros caíram praticamente à metade em 2001, segundo os dados mais recentes da UNCTAD, a Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento, divulgados em Genebra. A queda atinge tanto os países do primeiro mundo como os em desenvolvimento e o volume de investimentos não deve aumentar em 2002 a ponto de alcançar o nível de 2000. No entanto, a UNCTAD vê esperanças nos próximos três anos, principalmente no que se refere à China, com sua recente entrada para a OMC (Organização Mundial do Comércio).

No ano passado, os investimentos estrangeiros diretos diminuíram em média 40%, caindo do montante recorde de 1,3 trilhão de dólares em 2000 para 760 bilhões de dólares. Os países que mais atraíram capital foram os Estados Unidos, a Alemanha, Grã-Bretanha e França. No leste europeu a preferência foi pela Polônia e na Ásia, pela China. Na América Latina, o Brasil teve as melhores cartas e no continente africano, a África do Sul. O Brasil recebeu 22,6 bilhões de dólares de investimentos estrangeiros diretos em 2001 (32,7 bilhões de dólares em 2000).