1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

INTERNET E PLÁGIO

Nossos leitores escreveram esta semana sobre: internet e plágio, Dalai Lama, Festival de Bayreuth, Turquia e União Européia, Stauffenberg, energia nuclear no Brasil e o acidente da TAM. Clique aqui e confira!

default

A internet não deixa de ser um mundo maravilhoso, com muita informação e conhecimento à disposição dos usuários. Como eles fazem uso disso é que é a questão. No caso do plágio, seria interessante descobrir uma ferramenta que possibilitasse pesquisar o que já existe na internet sobre um determinado tema e, no caso, acusar automaticamente quando algo for copiado.
Mariana Delgado

Sou professor universitário no Brasil e posso afirmar que o plágio por aqui também é uma praga. É que nunca se fez um levantamento sério por aqui com relação ao número de teses de doutorado e mestrado confeccionadas sob encomenda (pagas) ou simplesmente plagiadas. Se a Record ou a Globo levassem a público com insistência, como fazem com o apagão aéreo ou os escândalos políticos, uma denúncia das inúmeras teses forjadas neste país, daria pelo menos um basta à empáfia de muitos doutores e mestres.
K aioby

Interessante este artigo sobre plágio estudantil na Alemanha. No Brasil o plágio ocorre também nos meios acadêmicos e foi objeto de notícia pela imprensa recentemente, quando um professor de Direito da USP, principal universidade pública no Brasil, foi acusado de plágio no concurso de livre-docência. A nossa lei de direito autoral, Lei 9610/98, não define o que é plágio. Trata-se de uma definição doutrinária e da jurisprudência dos tribunais. Há plágio quando há dissimulação para ocultar a cópia. Gostaria de saber se a lei alemã de direitos autorais define o plágio.
Margarete de Toledo Ressurreição

No Brasil, no tempo unicamente da fotocópia, eu já pensava ser isso um drama. Os professores estimulavam os alunos a fazer fotocópias e lecionavam através disso. Recordo que não fui aceito na sala de aula, em 1987, por uma professora de francês, porque lhe dissera não querer usar "xerocultura". Talvez a professora de latim me tenha afastado da sala de aula por isso também. Com a era digital, creio ser esse um problema que atinge principalmente os alunos medíocres.
Antonio Rodrigues

Sugiro que se debata sobre o plágio inclusive com os própios plagiadores. Por que plageiam? É a escola ou o ensino que é ruim, de pouca importância? O que ocorre afinal? Vocês conhecem o hipertexto (de um filósofo norte-americano)? Sabem o que é? Os programas de computação ainda são muito atrasados, limitados e limitam seus usuários, principalmente aqueles que "acreditam" neles.
Siegfried Fuchs

DALAI LAMA

O Dalai Lama para mim representa o que a maioria de nós deveria ser, ou seja, alguém que se preocupa em amar o próximo mais que a si mesmo. Ele é também o tipo de ser humano que deve ser ouvido e respeitado por todos nós que almejamos um mundo melhor para se viver. Acredito que deveríamos fazer a nossa parte, sendo nós também, onde quer que vivamos, aquilo que faz a diferença no sentido de melhorar a qualidade de vida de todos nós, pois o direito, a liberdade e a dignidade são responsabilidades de todos nós. Temos que dar o primeiro passo nesta direção e, a meu ver, ouvir alguém como o Dalai Lama já é um bom começo, depois é preciso ter a coragem que só os homens de bem sabem ter.
Maria Aparecida Neubaner Luiz

FESTIVAL DE BAYREUTH

"Quais são características importantes para dirigir um festival do porte do de Bayreuth?" Basicamente, são três grandes requisitos: 1) Habilidade política: é preciso tanto resistir a pressões como ter o senso de oportunidade para exercê-las, sempre em nome da qualidade artística. 2) Domínio da estética wagneriana: é preciso vivenciar os arquétipos wagnerianos. Isso não é nada fácil. 3) Pegar uma praia – ou várias: se é importante vivenciar os arquétipos wagnerianos, não menos importante é esquecê-los, quando for oportuno. Nesse sentido, pegar uma praia é entregar-se à leniência sob um sol de prazeres, e esse é um supremo remédio ao peso e à severidade wagnerianos. Por fim, desejo que a srta. Katharina Wagner realize plenamente seus ideais artísticos.
Lyndon C. Storch Jr.

CLAUS SCHENK VON STAUFFENBERG
É de máxima importância manter a memória de pessoas como o conde Stauffenberg, pela luta ética, pela convicção, o respeito à sociedade em sua forma essencialmente humana e pela capacidade de indignação e de agir – artigos que andam em falta neste mundo. Não apenas porque Hitler era um monstro, mas para derrubar um governo de criminosos. Por aqui, isso iria cair como uma luva.
Jurema Aprile

Muito interessante a narrativa do atentado cometido por Stauffenberg. Toda história contada por pessoas que viveram os acontecimentos é de grande valor. Parabéns a toda equipe da Deutsche Welle.
Carlos Pedro Jochims

Um homem de coragem, um alemão digno, vítima de atrocidade/assassinato daquele que se julgava lider – Hitler. Como diziam os berlinenses ao fim da guerra: A única promessa que o ditador cumpriu foi: "Vou tornar Berlim irreconhecível".
Luciano Zunino

TURQUIA E UNIÃO EUROPÉIA

Sou completamente a favor da entrada da Turquia na União Européia, desde que cumpra as etapas necessárias, porque isso representa maior estabilidade para a própria União Européia e, portanto, para todo o mundo democrático. Só a entrada da Turquia pode servir de barreira para o alastramento do fundamentalismo islâmico para o resto do mundo e principalmente para a Europa.
Francisco José Mendonça Couto

Sou contra, porque não adianta um país negar as suas origens e se "europeizar" - tem de ser europeu para pertencer à União Européia. Conheço a Turquia e acho que, tirando os milhares de turcos que vivem na Alemanha, o resto não tem nada a ver.
Regina Drummond

ACIDENTE AÉREO EM SÃO PAULO

As novas informações indicam que as análises dos correspondentes da imprensa alemã no Brasil cometeram um grande equívoco e foram imprudentes e precipitados ao atribuírem ao governo ou à falta do grooving na pista a responsabilidade pelo trágico acidente com o avião da TAM que vitimou cerca de 200 pessoas. Até o momento não há provas de nexo causal que confirmem tal assertiva. Pelo contrário, representantes da empresa TAM reconheceram as deficiências do sistema de frenagem. Importante ressaltar que nenhum dos vôos anteriores que pousaram em Congonhas tiveram qualquer problema. É necessário que o profissional de imprensa que representa um país em terra estranha tenha um mínimo de prudência antes de emitir comentários que podem ter repercussão no seu país de orígem com a velocidade do raio, porque o desmentido, depois, segue a passo de tartaruga.
Joao Rode

Finalmente o mundo pode testemunhar a ruína do sistema aéreo brasileiro. Terra em que nasceu Santos Dumont, que foi obrigado a deixá-la por falta de incentivo e dar o golpe inicial da aviação mundial na França. Dumont certamente era uma exceção, pois os brasileiros se mostram incapazes de lidar com a aviação. Uma intervenção internacional é a única opção.
Anderson Gama

O caos aéreo brasileiro é conseqüência da falta de investimentos no setor. Com o barateamento das passagens, a procura aumentou consideravelmente, e os aeroportos, com suas pistas antigas e infra-estrutura superadas, não comportam o fluxo atual. Além, é claro, do descaso do governo federal.
Jane Schenkel

A principal causa do acidente aéreo em questão foi a pista do aeroporto de Congonhas, que não apresenta no momento condições mínimas de segurança, no que se refere às dimensões da mesma, principalmente quando chove. Se for feita uma análise preliminar de perigo (APP) no citado aeroporto, a conclusão a que se chegará é que o mesmo deveria ser imediatamente fechado pelas autoridades do país. Sugiro que se faça uma parceria público-privada para a construção imediata de um novo aeroporto em São Paulo que atenda às exigências internacionais do tráfego aéreo. Sou engenheiro de segurança, com experiência de mais de 30 anos na atividade, inclusive em nível internacional.
Deoclécio Justino Azevedo Said

Quando vivemos em uma nação em que o interesse e as necessidades de poucos prevalecem sobre os da maioria, onde o conceito de honra deixou de existir, onde a impunidade é uma realidade, deduzimos que temos todos os mecanismos para incompetência plena.
Ricardo A. R. Berlandi

BRASIL E ENERGIA NUCLEAR

Energia segura, barata e suficiente para a mais alta demanda faz parte da política de crescimento de países sérios que almejam crescer, com é o caso do Brasil. O país investiu pesado para conseguir, sozinho, desenvolver a tecnologia de enriquecimento de urânio, e o faz de forma mais barata que países como França ou EUA. Apesar da pressão internacional, inclusive da mídia, que chegou ao absurdo de tentar inserir o Brasil no "eixo do mal", o Brasil não entregou nem abriu mão desta tecnologia.

Dono de uma das quatro maiores reservas de urânio, apesar de apenas 35% do território ter sido mapeado, é muito estreita esta visão de que o Brasil deva parar por aqui. O desenvolvimento da tecnologia nuclear fomentará toda a cadeia industrial do país e o tornará tecnologicamente mais competitivo. Este fato, apesar de não ser mencionado pela mídia, é o maior temor das grandes potências mundiais, que temem o surgimento de mais um concorrente proveniente do Terceiro Mundo (a China é atualmente o melhor representante deste grupo). Não há dúvida também de que o Brasil passará a ter maior peso político e militar, então faço a pergunta: não é legítimo almejar este status?
Alvaro Pereira Coppieters

Atualmente temos no Brasil duas bombas-relógio. A tecnologia de Angra 1 e 2 é semelhante à de Tchernobil. Além disso, não havia lugar pior para se instalar uma usina nuclear: de um lado serra, de outro mar. Que os políticos alemães usem da competência que falta aos brasileiros e rompam de vez o acordo.
Anderson Gama









Leia mais