1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Internet ajuda na busca dos desaparecidos

Cinco dias após o trágico maremoto no Oceano Índico, milhares de pessoas prosseguem uma busca desesperada por familiares desaparecidos. Um número crescente de websites procura facilitar essa busca.

default

Listas de sobreviventes podem ser consultadas também na internet


"Procuro Renate e Josef K., dois turistas alemães. Quem souber qualquer coisa sobre eles, entre em contato comigo, por favor".

Milhares de pedidos de ajuda como esse, no "Phuket Disaster Fórum", podem ser lidos nas páginas de internet das organizações de ajuda humanitária e de iniciativas particulares. Na maior parte, são procurados turistas europeus, que se encontravam na região atingida pela catástrofe no dia 26 de dezembro e que até agora não deram notícias a seus familiares.

"Procuro minha irmã Cornelia, austríaca, 39 anos de idade, loura, olhos azuis, vista pela última vez em Khao Lak". Descrições como essa têm por objetivo localizar os familiares desaparecidos, alguns deles contêm ainda links para fotografias da pessoa buscada. No espaço de poucos dias, o "Phuket Disaster Fórum" já apresentava quase 1500 anúncios de busca. Mas também podem ser lidos adendos com boas notícias. Como no caso de Alexandra G., de Munique: "Ela retornou ilesa do Sri Lanka, com a sua amiga Monika", escreve Bigi B.

OBSERVAÇÃO : Todos os websites mencionados neste artigo podem ser acessados através dos links acrescentados ao da página . Alguns sites , principalmente os dos hospitais da região , estão muito sobrecarregados e não funcionam sempre . É preciso tentar mais vezes .


O número de turistas mortos aumenta constantemente. Mas os familiares e amigos dos desaparecidos ainda podem ter esperança de encontrar seus entes queridos, em algum hospital da região – feridos, mas vivos. Somente o Hospital Phang-nga, de Phuket, divulgou nas suas páginas de internet inúmeros nomes de turistas internados. Juntamente com os nomes de pacientes de outros hospitais, eles são encontrados também no website conjunto dos hospitais de Phuket. E a revista de turismo Reise & Preise divulgou na sua homepage uma relação muito bem elaborada dos hospitais da Tailândia.

Tailândia é pioneira na busca pela internet

Internet in Thailand

A Tailândia é exemplar na informação dos familiares pela internet

Também empresas de turismo tentam ajudar na busca dos desaparecidos. No lugar das usuais ofertas de excursões, encontram-se agora nos sites pedidos de informação sobre o paradeiro de familiares. Porém, as páginas de internet oferecem sobretudo informações da Tailândia. O Ministério tailandês das Relações Exteriores preparou uma relação de websites que ajudam os familiares na busca dos desaparecidos. Há tanto uma lista de sobreviventes, como uma de vítimas fatais. Alguns dos hospitais citados na relação feita pelo Ministério divulgaram inúmeras fotografias. Eles esperam dessa maneira poder identificar pacientes até agora anônimos. Mas as fotos devem ajudar também na identificação de mortos. Um outro website faz a relação de todos os turistas que escaparam ilesos e já deixaram o país.

Cruz Vermelha oferece busca em toda a região

No Sri Lanka, a listagem das vítimas e dos sobreviventes só agora começa a ser feita. As autoridades responsáveis pelo turismo naquele país criaram agora uma página de internet (www.contactsrilanka.org), com o intuito de divulgar informações exatas sobre as vítimas e os sobreviventes da catástrofe. "No momento, só podemos oferecer informações gerais", afirma o vice-presidente do órgão de turismo, "mas esperamos, já dentro em breve, poder divulgar os nomes de todos os turistas com os quais estamos em contato". A Cruz Vermelha Internacional oferece uma busca que abrange todas as regiões da catástrofe. No seu website, os sobreviventes podem registrar-se e dar notícias aos seus familiares. Quem procura desaparecidos, pode buscar diretamente através do nome da pessoa procurada. Uma relação de websites que podem ser úteis para a localização de vítimas e sobreviventes é oferecida também pela homepage do Ministério alemão de Relações Exteriores ( Auswärtiges Amt).



Links externos