1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

INTERNACIONALIZAÇÃO DA AMAZÔNIA

Foram bem variados os temas comentados esta semana por nossos leitores: política, meio ambiente, esporte, urbanismo. Confira aqui!

default

Concordo com a internacionalização da Amazônia, desde que o fundo seja administrado e supervisionado por diversas entidades que não possam sofrer pressão política. E desde que esse fundo sirva para criar alternativas de subsistência para as populações residentes na Amazônia em geral, não só a brasileira. Pois na Amazônia Andina se derruba a floresta para plantar cocaina.

Quanto à internacionalização da Amazônia por ser o pulmão da humanidade, só concordo se todas as reservas de petróleo, ouro, diamante, direitos de patentes, e know-how científico e industrial forem cedidos sem reservas ao Brasil por todos os países que quiserem ser "donos" da Amazônia e logicamente que todos os brasileiros adquiram a cidadania destes países e que sejam retiradas todas e quaisquer reservas de mercados.

Ironicamente são esses países os maiores compradores da madeira extraída da Amazônia, como os Estados Unidos e Europa também são os maiores compradores da cocaína produzida na Amazônia Andina, onde estive recentemente realizando uma fotorreportagem sobre esse tema. Como também são os maiores poluidores do mundo.

Por que não cumprem (inclusive o Brasil) o Protocolo de Kioto? Por que não investem na educação da população amazônica de forma séria, construindo escolas de verdade e faculdades cujo o corpo docente conte com tantos doutores quanto necessários e não apenas poucos missionários religiosos? Por que não investem em assistência médico-hospitalar de qualidade, como a de que dispõem os planos de saúde privados, para toda essa população?

Pois tudo o que precisam é educação e saúde para serem independentes, como qualquer ser humano. A quem interessa levantar essa questão? Qual o verdadeiro interesse por trás dessa polêmica? Acho que somente o fato de se cogitar a internacionalização de um quarto (ou algo parecido) de um país já constitui um absurdo, e leva meus pensamentos ao destino que os EUA impuseram ao Iraque com a finalidade única de assaltar as reservas de combustíveis daquela nação, e fazer da mesma um condomínio de propriedade de diversas empresas de amigos do presidente.....
Mauricio Coelho Neto


MEIO AMBIENTE

A solução para o futuro está nas ferrovias, com a utilização da energia renovável e que não polui. As companhias aéreas deveriam investir mais nesta área. Um trem movido por energia elétrica, alcançando a velocidade de 300 km por hora, principalmente no Brasil, é a solução para o futuro. Está na hora de investir nesta área! Estou preocupado com as futuras gerações.
Beno Heumann

FAVELAS
Nós, aqui em São Paulo, tivemos uma experiência interessante de reinstalação dos moradores da Favela do Gato, na região comercial central da cidade, para um conjunto habitacional, próximo ao local onde eles viviam. Acredito que os pobres é que devem morar mais próximo do seu trabalho. O ideal seria as pessoas poderem escolher onde querem viver. E não serem condenadas a viver em guetos de pobreza.
Silvia Helena

INGLÊS NO AMBIENTE DE TRABALHO
A adoção de um idioma nacional como língua franca, a meu ver, não é a melhor solução. Os não-nativos do idioma dificilmente conseguirão se expressar tão bem quanto os nativos do idioma. Já que a adoção de uma língua comum é questão de custo, adotar um idioma específico para pessoas falantes de idiomas diferentes sairia mais barato, porque o tempo de aprendizagem é mais curto.
Amike Gilberto F. da Silva

DECLARAÇÕES DO PRESIDENTE DO IRÃ
São afirmações indignas de um presidente de um país, especialmente do Irã. A Europa está corretíssima em condenar veementemente as declarações de anti-semitismo raivoso que tendem a acirrar o conflito árabe-judeu no Oriente Médio, estimulando o ódio que já chegou a níveis inaceitáveis.
Riva.R.

CORPO SÃO FAZ MENTE SÃ?
É uma boa pergunta! Se a resposta se pautar por uma análise histórica, vamos perceber que é justamente o contrário... os maiores homens da história mundial, que se destacaram por sua habilidade em "pensar" não praticavam nenhum esporte, pelo contrário eram extremamente sedentários, p. ex.: Buda, Sthefane W. Rawking (físico inglês - tetraplégico), os grandes filósofos (só conversavam – nada mais), quanto ao cientistas, a mesma coisa (ficam horas, às vezes dias, dentro dos grandes laboratórios e até esquecem que têm uma vida social). Por outro lado os grandes atletas, na maioria das vezes, não se sobressaem em quase nenhuma outra atividade. Sinceramente, acho que têm algumas empresas que têm interesses nesse ramo de atividade, fomentando essa pesquisa. Entretanto, é prudente ressaltar que na minha avaliação a prática de esporte, moderadamente, não prejudica ninguém, mas, definitivamente, não aumenta a capacidade cognitiva.
Otanes