1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Interfilm mostra inovações do curta-metragem

Festival Interfilm mostra novas tendências internacionais do curta-metragem e procura maior espaço de divulgação para um gênero cinematográfico experimental

Apesar da crescente influência das novas mídias, o curta-metragem ainda se mantém ligado às origens experimentais e artesanais do Super 8 e à tradição de roteiro inspirada nos gêneros narrativos curtos. O programa de curtas de 30 países, apresentado até domingo (11) pelo segundo maior festival de cinema de Berlim, depois da Berlinale, mostrou que as novas mídias colocam à disposição do curta-metragem técnicas que reforçam sua identidade como gênero independente, possibilitando novas formas de divulgação.

Novas mídias e nostalgia — A perfeição técnica oferecida pelo processamento digital de imagem parece não seduzir os diretores de curta-metragem. Embora a maioria das atuais produções recorram a técnicas digitais, grande parte dos curtas ainda incorpora ou encena os "erros" do low tech, a imperfeição das animações manuais, o minimalismo dos recursos e o caráter fragmentário do gênero. A fascinação pelo mecânico e pela eletricidade, uma referência das vanguardas, ainda faz parte do repertório visual e temático dos novos curtas digitais.

O culto ao low se manifesta claramente nos novos curtas da Colômbia, aos quais o festival dedicou uma mostra especial. Embora os cineastas colombianos sejam obrigados em grande parte a recorrer ao vídeo, pela impossibilidade de arcar com os custos de produção e dos laboratórios, a nostalgia pelas antigas mídias se manifesta em todas referências à linguagem e à estética da televisão e da propaganda da década de 70.

A influência do videoclip já se faz perceber em diversas produções recentes, cujo ritmo de montagem é predeterminado pela trilha sonora. A estreita relação entre música e imagem, da forma como é propagada pela cultura clubber, parece estar na veia da nova geração de cineastas. Muitos filmes recorrem à livre associação de imagens e ao ritmo de montagem dos videojockeys. Mesmo assim, grande parte das produções ainda se mantém fiel a procedimentos narrativos tradicionais e ao suspense provindo do formato compacto do curta.

Do underground ao metrô — As novas mídias também vêm possibilitando outras formas de divulgação do curta, sempre limitado à introdução das seções de longa-metragem ou ao reduto dos festivais. Com a premiação Ultra Shorts, via internet, por exemplo, o Interfilm continua sua luta pela conquista de um maior espaço para os curtas. Surgido no underground das casas invadidas de Kreuzberg, em 1982, com a meta de divulgar produções de Super 8, o Interfilm, agora em sua 17ª edição, pretende lançar em fevereiro do próximo ano um festival de curtas para os monitores do metrô de Berlim.

Premiações — O júri do festival, que contou com participação de cineastas, acadêmicos e políticos, premiou três filmes no concurso internacional: Des Morceaux de ma Femme (Os Pedaços da minha Mulher, França, Frédéric Pelle, 2000), com Gilberto Azevedo no papel principal; Heap of Trouble (Um Monte de Problemas, País de Gales, Steve Sullivan, 2000) e The Man with the Beautiful Eyes (O Homem de Olhos Bonitos, Inglaterra, Jonathan Hodgson, 1999).

Links externos