1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Ingleses têm prova de fogo contra o Equador

Em casa, os equatorianos têm a altitude como aliada em campo. Na Alemanha, jogam ao nível do mar, mas emocionalmente em alta, contra as estrelas inglesas, que parecem decadentes neste Mundial.

default

Rooney, único atacante e esperança de gols da Inglaterra

A seleção da Inglaterra, que chegou à Copa como uma das favoritas ao título, pretende mostrar o futebol que escondeu na primeira fase, no confronto deste domingo, às 17h (12h de Brasília) em Stuttgart, contra o Equador, umas das surpresas do Mundial ao lado de Gana e Suíça.

Mas há sérias dúvidas de que os "Três Leões" possam finalmente desencantar, uma vez que o técnico Sven-Goran Eriksson deverá ter apenas Rooney isolado no ataque, apoiado por cinco jogadores no meio-campo. "Rooney é o melhor jovem jogador do mundo na atualidade", diz o capitão inglês, David Beckham.

O principal desfalque dos ingleses será Michael Owen, que se despediu da Copa devido a uma grave lesão no joelho. "Não vamos esquecer Michael, mas agora temos de nos concentrar em nosso trabalho", disse Beckham, que está sendo criticado por seu fraco desempenho na Copa.

Eriksson indicou que fará algumas mudanças no time. O grandalhão Crouch, que marcou apenas um gol nos três jogos da primeira fase, fica no banco, dando lugar a Carrick. Carragher, improvisado na lateral-direita, vai ceder seu lugar ao volante Owen Hargreaves, do Bayern de Munique. O zagueiro Rio Ferdinand, contundido na virilha, poderá ser substituído pelo veterano Sol Campbell.

O técnico sueco da Inglaterra disse esperar um jogo difícil, contra uma equipe bem organizada, com muita aplicação tática e veloz nos contra-ataques. "Mas acredito muito que vamos passar", acrescentou.

Já o treinador do Equador, o colombiano Luis Fernando Suárez, está convicto de que, no mais tardar neste domingo, o mundo tomará conhecimento do futebol equatoriano. "Nós escrevemos história", disse, acrescentando que o Equador agora é a terceira potência do futebol sul-americano, atrás apenas do Brasil e da Argentina.

Para tentar surpreender os ingleses, ele conta com todos os seus titulares e vai escalar a dupla de ataque Augustín Delgado e Carlos Tenório, autores de dois gols cada em dois jogos, e que foram poupados no jogo contra a Alemanha.

A única preocupação de Suárez é Delgado – que foi o primeiro equatoriano a atuar na Premier League (no Southampton). Com problemas no joelho, ele recebeu injeções de um remédio suíço e um concentrado de cartilagem de tubarão, mas deve jogar no sacrifício.

Apesar do entusiasmo dos equatorianos e de suas reconhecidas qualidades técnicas, eles não chegam a impor medo nos ingleses. Isso se deve também ao retrospecto histórico. Desde 2001, a Inglaterra venceu seis dos sete confrontos com seleções sul-americanas, perdendo apenas para a seleção brasileira, na Copa de 2002.

Em Copas do Mundo, o saldo da Inglaterra contra seleções da América do Sul é de seis vitórias, cinco derrotas e três empates. No mata-mata, porém, os ingleses já foram eliminados três vezes pela Argentina, duas pelo Brasil e uma pelo Uruguai. Em compensação, o Paraguai foi eliminado pelos ingleses nas oitavas-de-final em 1986, no México, e 1998, na França.

Inglaterra e Equador só se enfrentaram uma vez até hoje, num amistoso em maio de 1970, em Quito: 2 a 0 para os europeus. Apesar disso, Beckham adverte: "O Equador tem jogadores tecnicamente muito versáteis. Eles mostraram um futebol muito bom nos dois primeiros jogos da primeira fase".

Cerca der 50 mil torcedores ingleses são esperados em Stuttgart para o jogo deste domingo, o que provoca dores de cabeça na polícia e nos organizadores do evento. Mais de cem deles já foram detidos por arruaças provocadas na noite de sexta-feira na cidade.

INGLATERRA x EQUADOR

Data : 25/06/2006 (Domingo)
Local : Gottlieb-Daimler-Stadion, em Stuttgart
Horário : 17h (12h de Brasília)
Árbitro : Frank De Bleeckere (Bélgica)
Auxiliares : P. Hermans e W. Vromans (ambos da Bélgica)

Prováveis escalações

Inglaterra
Robinson; Hargreaves, Ferdinand (Campbell), Terry, Ashley Cole; Beckham, Gerrard, Carrick, Lampard, Joe Cole; Rooney
Técnico : Sven-Göran Eriksson

Equador
Mora; De la Cruz, Hurtado, Espinoza, Reasco; Méndez, Castillo, Valencia, Edwin Tenorio; Delgado, Carlos Tenorio
Técnico : Luis Fernando Suárez

Leia mais