1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Inflação desacelera na zona do euro

Em junho, preços aos consumidores nos países da união monetária sobem apenas 0,2% na comparação anual, revertendo tendência de aumento do índice após lançamento de programa do BCE. Desemprego mantém-se estável.

A inflação na zona do euro desacelerou de 0,3% em maio para 0,2% em junho, na comparação anual, segundo estimativas divulgadas nesta terça-feira (30/06) pelo Departamento de Estatísticas da União Europeia (Eurostat). Os preços ao consumidor apresentaram apenas um leve crescimento na Europa apesar de medidas de estímulo econômico implementadas pelo Banco Central Europeu (BCE).

A zona do euro atravessou quatro meses de deflação no início do ano, com o pior nível sendo registrado em janeiro, de -0,6%. A desaceleração da inflação de maio para junho poderá arrefecer as esperanças de que o bloco tivesse retornado com segurança a um patamar econômico sólido, apesar da

crise na Grécia

.

A baixa inflação reverteu a tendência de aumento iniciada após o lançamento do

programa de estímulo econômico do BCE

em março, de cerca de 1 trilhão de euros, que visa afastar os perigos da deflação no bloco europeu e elevar a inflação em direção à meta de 2%.

Entretanto, a queda nos preços de energia voltou a afetar o custo de vida nos 19 países do euro, segundo o Eurostat. Os preços de alimentos e bebidas também subiram com menos força em junho do que em maio.

Ao mesmo tempo, o desemprego na zona do euro se manteve estável em 11,1% em maio, comparado ao mês anterior. Em maio de 2014, o índice era de 11,6%.

RC/afp/rtr

Leia mais