1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Inflação cai para 1,7% em fevereiro

A inflação na Alemanha voltou a cair. Após uma alta temporária em janeiro, a taxa anual diminuiu para 1,7% em fevereiro.

A queda dos preços dos combustíveis e do óleo para aquecimento fez com que a inflação ficasse abaixo de 2%, no mês de fevereiro, informou o Departamento Federal de Estatísticas. O custo de vida dos domicílios particulares na Alemanha aumentou 0,3% de janeiro a fevereiro.

Em janeiro a carestia dera um salto para 2,1% (dezembro: 1,7%). No início do ano foram sobretudo os aumentos de impostos e o encarecimento dos alimentos, por causa do inverno rigoroso no Sudeste Europeu, que provocaram uma alta de 0,9% na inflação mensal.

Os dados de fevereiro desfazem o temor de que a mudança de moedas, com o início da circulação do euro, fosse contribuir para um notório aumento da inflação. Prognósticos apontavam um aumento da inflação de até 3%.

Mesmo em alguns setores do comércio e da prestação de serviços, onde o pretexto foi usado para disfarçar aumentos de preços, a tendência deve se reverter, segundo o Banco Central alemão. "Aumentos exagerados" devem ser corrigidos, diz Edgar Meister, da diretoria do BC. Os próprios consumidores se encarregariam disso, deixando de comprar certas mercadorias. Os analistas estimam que a taxa de inflação continuará caindo na Alemanha.