1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Inflação alemã anualizada cai para 1,6% em abril

É a taxa mais baixa do ano. Queda deveu-se à redução dos preços de energia. Hotéis e restaurantes continuam encarecendo.

default

Preços das frutas subiram em algumas regiões

A inflação desacelerou este mês na Alemanha. Segundo cálculos preliminares do Departamento Federal de Estatísticas, a taxa acumulada nos últimos doze meses foi de 1,6% em abril. É o índice mais baixo deste ano. Os analistas haviam previsto uma taxa de 1,7%.

A queda foi atribuída ao barateamento da energia. Os preços dos hotéis e restaurantes, no entanto, permaneceram bem mais elevados do que no mesmo mês no ano passado. Em algumas regiões, subiram também os preços de verduras e frutas.

Segundo as associações de defesa do consumidor, no começo do ano, os aumentos de preços decorreram, principalmente, da introdução do euro. A inflação anualizada em janeiro foi de 2,1%; em fevereiro, 1,7%; e, em março, 1,8%.

A taxa de inflação preliminar é calculada pelo Departamento Federal de Estatísticas com base nos dados coletados em seis estados alemães: Renânia do Norte-Westfália, Baviera, Baden-Württemberg, Hessen, Saxônia e Brandemburgo. O índice definitivo de abril será divulgado em meados de maio.