1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Inflação é de 6,41% em 2014, abaixo do teto da meta

IPCA registra alta em relação a 2013, mas ainda assim fica dentro do limite máximo definido pelo governo. Dezembro tem inflação de 0,78%, segunda maior do ano.

A inflação acumulou alta de 6,41% em 2014, pouco abaixo do teto da meta de 6,5% estipulado pelo Banco Central. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial, foi divulgado nesta sexta-feira (09/01) pelo IBGE.

Em dezembro, os preços subiram 0,78%. O índice é 0,27 ponto percentual superior à variação de novembro (0,51%), representando o segundo maior aumento mensal de 2014, atrás apenas da alta de 0,92% registrada em março.

Entre os itens que mais influenciaram o aumento de preços em dezembro estão as passagens áreas (42,54%). O transporte em geral, incluindo bilhetes de transporte público e combustíveis, subiu 1,38%.

Outro grupo que tem apresentado um aumento continuado é o dos alimentos, com destaque para as carnes, que ficaram 3,73% mais caras em dezembro, e o arroz e o feijão, que subiram 1,81% e 9,26%, respectivamente.

O governo brasileiro havia definido uma meta de inflação de 4,5% para 2014, com dois pontos percentuais como margem de erro, resultando no teto de 6,5%.

O IPCA mede a variação do custo de vida das famílias com chefes assalariados e com rendimento mensal compreendido entre 1 e 40 salários mínimos mensais. Em 2013, a inflação oficial havia ficado em 5,91%.

As pesquisas são feitas nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, de Porto Alegre, de Belo Horizonte, do Recife, de São Paulo, de Belém, de Fortaleza, de Salvador e de Curitiba, além de Brasília e do município de Goiânia.

PV/lusa/abr

Leia mais