1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Indeciso? Site ajuda a votar

Campanha eleitoral na Alemanha já está em sua fase final, mas muitos ainda não decidiram onde fazer sua cruzinha. Um site na internet ajuda a tomar uma decisão.

default

Café Internet em Amsterdã: idéia veio da Holanda

Foi pensando nos eleitores de primeira viagem que estudantes de ciências políticas de Berlim desenvolveram o www.wahl-o-mat.de, site que ajuda indecisos na escolha do partido a que dar seu voto.

Mas deve haver também muitos marmanjos acessando o endereço na internet, que em questão de poucos dias registrou 250 mil visitas. E, quando o popular astro de televisão Harald Schmidt o apresentou em seu show noturno, o site simplesmente saiu do ar, por não ter capacidade para freqüência tão grande.

Catálogo de perguntas

O usuário do Wahl-o-mat precisa posicionar-se com relação a 27 teses sobre assuntos da atualidade. Por exemplo, se a maconha e o haxixe devem ser legalizados, se deve ser criado um exército profissional em vez do serviço militar obrigatório, se a mais alta alíquota do imposto de renda deve ser baixada. Algumas referem-se a assuntos tipicamente alemães, como se o comércio deve passar a abrir aos domingos. Outras teriam conseqüências internacionais — como a questão sobre a dissolução da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

Quatro respostas são possíveis: além de "sim" e "não", pode-se clicar em "neutro", quando se é indiferente ao assunto, ou "sem opinião", o que significa abstinência.

Resultado imediato

Ao final da rodada, o Wahl-o-mat apresenta imediatamente uma escala que aponta qual partido mais combina com as idéias do usuário e quais os menos convenientes. Harald Schmidt respondeu às perguntas em seu show e, se fosse se orientar pelo resultado, faria uma cruzinha no Partido Verde.

A idéia do Wahl-o-mat veio da Holanda. Nas últimas eleições no país vizinho, mais de dois milhões de pessoas buscaram orientação no site holandês criado para essa finalidade. Mas pode ser também que o sucesso seja tão grande porque tudo parece um jogo divertido.

O site alemão vai ficar no ar até o dia da eleição. Em seguida, os resultados serão analisados e o sistema, aperfeiçoado para as eleições para o Parlamento Europeu em dois anos. Inclusive a questão da capacidade, para o site não pifar na hora agá, como durante o show de Harald Schmidt.

Eleitores jovens, um grupo cobiçado

O grupo de quase 3,5 milhões é eleitores que vão votar pela primeira vez a 22 de setembro é um dos mais cobiçados pelos partidos políticos alemães. Por um lado, porque eles ainda não criaram, como os eleitores de mais idade, um vínculo com um determinado partido e podem ser ainda conquistados. Por outro, são os mais imprevisíveis, hesitam com sua decisão por um partido até o último momento.

Em tempos em que uma das queixas mais ouvidas é sobre o desinteresse dos jovens pela política, alguns partidos estão apelando para recursos mais agressivos da publicidade. O que já vale há muito para produtos comerciais, vale agora também para cartazes e anúncios eleitorais: fotografias insinuantes e textos maliciosos que nada têm a ver com o conteúdo.

Leia mais

Links externos