1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Incêndios florestais assolam Grécia e ameaçam patrimônios mundiais

Fogo devasta Peloponeso. Governo anuncia alta recompensa para denúncia de eventuais incendiários.

default

Fogo ameaça sítio arqueológico de Olímpia antiga

Graves incêndios florestais na Grécia causaram, até agora, a morte de 59 pessoas, deixando mais de cem feridos, 3 mil desabrigados só no oeste do Peloponeso e danos materiais ainda não estimados.

No domingo (26/08), os sítios arqueológicos de Olímpia foram salvos por pouco do fogo. Os arredores, no entanto, foram consumidos pelas chamas.

"É uma tragédia nacional", declarou o primeiro-ministro grego, Kostas Karamanlis. No sábado, o governo já havia declarado estado de calamidade pública e convocado três dias de luto nacional. Os piores incêndios atingiram o oeste da península do Peloponeso, a ilha de Évia e a região de Corinto.

Políticos locais acusaram o governo grego de não estar preparado para proteger os patrimônios culturais mundiais. Diversos problemas técnicos nas operações de extinção dificultaram a atuação dos bombeiros. Outros países dad União Européia enviaram aviões e helicópteros para ajudar as autoridades gregas a combater o fogo.

O governo em Atenas anunciou medidas de ajuda às vítimas dos incêndios. Cada desabrigado deverá receber três mil euros de auxílio imediato.

Diversos políticos gregos responsabilizaram a especulação imobiliária pela catástrofe. "Não pode ser acaso o fato de surgirem tantos focos de incêndio dentro de tão pouco tempo", comentou o premiê Karamanlis. O governo anunciou recompensas de 100 mil a um milhão de euros para quem fornecer informações seguras sobre eventuais incendiários. (sm)

Leia mais