Incêndio em templo na Índia mata mais de cem | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 10.04.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Incêndio em templo na Índia mata mais de cem

Chamas resultantes de fogos de artifício deixam cerca de duzentos feridos durante celebração religiosa. Autoridades afirmam que responsáveis pelo templo ignoraram medidas de segurança.

Autoridades da Índia informaram neste domingo (10/04) que mais de cem pessoas morreram e outras duzentas ficaram feridas em incêndio em um templo lotado na cidade de Kollam.

O fogo no templo hindu Puttingal Devi, no estado de Kerala, foi iniciado após faíscas de fogos de artifício atingirem outros que estavam armazenados dentro do complexo.

As faíscas causaram uma explosão, fazendo com que as chamas se espalhassem pelo local em questão de minutos. Um grande número de pessoas se encontrava no local. Os bombeiros e as forças de segurança levaram horas até conseguirem dominar as chamas.

As autoridades do estado de Kerala disseram que haviam negado a permissão para a utilização dos fogos de artifício por razões de segurança, mas os responsáveis pelo templo ignoraram a ordem.

O primeiro-ministro Narendra Modi, em seu perfil no Twitter, descreveu a tragédia como "dolorosa" e "assustadora, além das palavras".

Os padrões de segurança na Índia estavam sob forte questionamento após a queda de um viaduto em construção na cidade de Calcutá, há dez dias, que resultou na morte de dezenas de pessoas.

RC/afp/dpa/ap/rtr

Leia mais