Incêndio avança sobre costa leste da Grécia | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 24.08.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Incêndio avança sobre costa leste da Grécia

Fogo começou na sexta-feira e já consumiu mais de 12 mil hectares de florestas e propriedades. Também em Portugal e na Espanha incêndios causaram destruição.

default

Bombeiros trabalham na cidade de Maratona

O combate ao fogo na Grécia entra no terceiro dia: mais de duas mil pessoas, entre bombeiros, soldados e voluntários, tentam controlar o incêndio que consome a região próxima à capital Atenas.

Nesta manhã de segunda-feira (24/08), os ventos ficaram mais brandos, mas, ainda assim, o fogo avançava ao leste da capital grega. Bombeiros tentam salvar cidades como Maratona e Dionísio e evitar que as chamas sigam no sentido norte. Aviões e helicópteros da Itália, França e Chipre também participam da operação de combate ao fogo na Grécia.

Retirada de emergência

Durante o fim de semana, o incêndio destruiu aproximadamente 12 mil hectares de florestas e propriedades. As chamas, que chegam a dez metros de altura, obrigaram milhares de pessoas a deixarem suas casas. Não havia registro de mortos ou feridos com gravidade.

Os moradores foram obrigados sair das áreas atingidas, seja de carro, motocicleta ou a pé. Alguns residentes de Atenas permaneceram e tentam combater o fogo ao lado de bombeiros. No domingo último, 25 pessoas foram retiradas às pressas de uma praia na região de Viotia. Turistas e moradores também tiveram que escapar do fogo nas ilhas de Evia e Zakynthos.

Griechenland Athen Brände

Fogo na montanha Kitheronas, na Grécia

Causas do incêndio

O fogo começou na última sexta-feira, numa área rural próxima a Grammatiko, a 40 quilômetros da capital. Com a ação do vento, as chamas se espalharam rapidamente para Mount Penteli e na região da grande Atenas foi declarado estado de emergência.

Ainda não se sabe o que teria provocado o fogo. Os incêndios em florestas, causados por altas temperaturas, secas e queimadas, se tornaram mais frequentes na Grécia nos últimos verões europeus. Este é o pior incêndio no país desde 2007, quando mais de 80 pessoas morreram na ilha de Evia e no Peloponeso.

Portugal e Espanha

Incêndios também foram registrados em Portugal e na Espanha nos últimos dias. Em Portugal, os bombeiros precisaram atuar no norte e na parte central do país. Em Quinta da Paiva foram registradas chamas mais fortes, que foram controladas com a ajuda de caminhões-pipa.

Já na Espanha, o fogo foi registrado na reserva Sierra de la Culebra, perto da fronteira com Portugal. Mais de 100 pessoas foram retiradas das redondezas. Desde o começo deste verão europeu, a Espanha tem sido atingida por diversos incêndios, que já causaram a morte de oito pessoas.

Segundo informações do ministério espanhol de meio ambiente, mais de 84 mil hectares foram destruídos pelo fogo desde o começo do ano, o que corresponde ao dobro da área destruída por incêndios na Espanha em 2008.

NP/dpa/afp

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais