1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Imprensa espanhola fala em “pesadelo no Maracanã”

Jornais exaltam futebol de Neymar, dizem que torcida criou "inferno" no estádio e que seleção de Vicente del Bosque foi humilhada no Rio de Janeiro. Alguns ressaltam fragilidades da Fúria.

“Maracantazo”. “Pesadelo no Maracanã”. “O melhor do Brasil e o pior da Espanha”. Os sites dos principais jornais espanhóis receberam a derrota de 3 a 0 na final da Copa das Confederações, neste domingo (30/06), com um misto de conformismo, questionamento ao futuro da Fúria e exaltação ao futebol de Neymar.

O diário esportivo As, por exemplo, diz que a vitória brasileira começou antes de o juiz apitar. “O primeiro gol foi marcado com o hino”, escreve o jornal para, depois, destacar o futebol do novo atacante do Barcelona: “Entre os infinitos méritos de Neymar está ter conseguido fazer com que Fred pareça bom.”

O jornal Marca, por sua vez, assinala que o Brasil foi tão aplicado que fez com que a Espanha “jogasse nervosa” e “sem sentir cômoda nunca”. O diário fala ainda em “inferno no Maracanã”, em referência à atmosfera criada pela torcida, e diz que as 26 faltas cometidas pelo Brasil no jogo ajudaram a anular a Espanha.

Já o diário El Mundo afirma que a campeã mundial sofreu “seu momento mais baixo, humilhada sobre o sagrado gramado” no Rio de Janeiro. No mesmo tom opina o El País, que diz que “o sonho do Maracanã virou pesadelo” e que o Brasil "denunciou a vulnerabilidade" do time espanhol.

Com a manchete “Neymar esmaga La Roja”, o Mundo Deportivo pondera que a derrota serve como “um sério alerta” para a Espanha para o Mundial de 2014. O diário diz ainda que Neymar esteve “sensacional” e que o “vendaval do Brasil” deixou a seleção espanhola asfixiada.

Leia mais