1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Imprensa alemã esperava mais do jogo do Brasil

Mídia alemã critica desempenho do Brasil em sua estréia na Copa contra a Croácia. Desde comparações a "um bando de galinhas intimidadas" à brincadeira com Ronaldo, apelidado de Ronalducho (Pummelnaldo) pelo 'Bild'.

default

Kaká, Roberto Carlos e Juan comemoram o gol brasileiro

Spiegel Online : Brasil surpreendeu com jogo feio em sua estréia. A seleção venceu a Croácia em assustadora má apresentação. Acima de tudo Ronaldo decepcionou e foi substituído por Robinho. O time comandado por Parreira teve o controle do jogo apenas no começo do primeiro tempo. A defesa brasileira, com Lúcio, esteve atenta e superior no controle da bola, não dando chances aos croatas. Estes, no entanto, não se deixaram impressionar. Os astros da seleção brasileira, que superou o recorde italiano e agora tem oito vitórias consecutivas em Copas, foram o atento Lúcio e o artilheiro Kaká.

Thomas Becker, do Süddeutsche Zeitung, escreveu: Da mesma forma como Brasil? Não, obrigado! Imagine que a Alemanha jogue como o Brasil. Ou como a França. Como a Itália. Ou como a Inglaterra. Meu Deus! Tudo bem, todos eles ganharam, exceto o empate dos franceses. Mas que jogos miseráveis, apresentações sem garra dos favoritos ao título. Acima de tudo dos brasileiros. Um bando de galinhas intimidadas teria se saído melhor diante do ataque croata. Aos dez minutos de tormenta seguiu-se a calmaria. E nada mais. Um pouco como a capoeira, uma mistura de briga, acrobacia e brincadeiras.

O 1 a 0 do grande favorito não agradou. Raramente tantas pessoas que nem se interessam por futebol estavam diante da televisão. Viu-se um Ronaldinho muito bem marcado e a outra estrela, Ronaldo, estava na forma de 1998: abaixo da crítica, sem movimentação, semimorto.

Mas os brasileiros não estão sozinhos. Poucas horas antes, o time de velhas estrelas francesas teve de dar-se por satisfeito com um empate contra a Suíça, num desempenho ofensivo miserável. Nem se compara com os sul-coreanos, que viraram o jogo contra o Togo com vontade, amor e engajamento. Características estas que faltaram também à Itália e à Inglaterra.

Sportbild : Brasil estréia com moderação. A equipe venceu sua partida de estréia, como era esperado, mas a seleção, da superestrela Ronaldinho, não convenceu completamente os 60 mil espectadores presentes no estádio. Kaká, com seu gol, foi o homem do jogo. Ninguém esperava que fosse fácil. "Sofremos muito e assim não pode ser", disse Kaká, eleito o melhor em campo. Ronaldo se moveu pouco. Também Adriano não estava no seu melhor dia. Chutes fortes de Roberto Carlos deram brilho à primeira etapa. Lucio e Juan fizeram um bom trabalho.

Revista esportiva Kicker : A tão esperada estréia do atual campeão mundial terminou em 1 a 0 para os brasileiros. Em geral, os croatas estavam bem preparados para enfrentar o esquema ofensivo da temida seleção e a equipe de Parreira deixou muito espaço para a Croácia.

Jornal Bild : Ronalducho vaiado. E eles querem ser hexacampeões? O superfavorito não convenceu ninguém. Nem os croatas convenceram. Mas os 72 mil espectadores e os 200 torcedores da grande festa em Berlim não deixaram estragar seu humor. Pois de vez em quando Ronaldinho dava um show em seus marcadores e até mesmo um torcedor conseguiu invadir o campo. E há bastante polêmica sobre Ronaldo, que parecia um urso desajeitado. Incrível como ele se movimentou pouco. O único chute a gol da estrela arredondada do Real Madri foi por cima da trave.

Leia mais

  • Data 14.06.2006
  • Autoria (rw)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/8ckI
  • Data 14.06.2006
  • Autoria (rw)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/8ckI