1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Imprensa alemã diz que seleção brasileira voltou a causar medo

Jornais e sites destacam talento de Neymar e declarações de Felipão de que Brasil terá de ser respeitado novamente. Alguns meios dizem "futebol dos sonhos" brasileiro quebrou magia espanhola.

A imprensa alemã destacou nesta segunda-feira (01/07) o desempenho da seleção brasileira ao se sagrar campeã da Copa das Confederações no Maracanã. Os jornais e sites foram unânimes ao exaltarem a grande partida do time de Luiz Felipe Scolari contra a Espanha e, sobretudo, a atuação de Neymar na decisão.

O site da revista Spiegel destacou em manchete a “volta dos gigantes amarelos”. Segundo a publicação, após “anos de incertezas” o Brasil voltou, enfim, a ser um oponente capaz de causar medo nas forças do futebol europeu, e cita uma declaração de Luiz Felipe Scolari: “Agora nossos rivais terão que nos respeitar novamente”.

O artigo mencionou também uma declaração do técnico brasileiro antes da partida, quando afirmou que o “jogo bonito” acaba sendo esquecido e que o que vale são os resultados. A Spiegel ressaltou ainda que Neymar não deu chances à Fúria, que não era derrotada há 29 partidas oficiais. O texto lembra também os protestos ocorridos antes da partida, nos arredores do Maracanã, que deixaram dois policiais e seis manifestantes feridos.

O site do jornal Süddeutsche Zeitung utilizou o jargão cantado em coro pela torcida ao final da partida no Maracanã – “o campeão voltou“ – e lembra que essa foi a terceira vez consecutiva que o Brasil conquista a Copa das Confederações. O jornal descreveu o desempenho brasileiro como “futebol dos sonhos” e dissse que a seleção removeu o feitiço do futebol espanhol.

A atuação de Neymar foi bastante elogiada pela imprensa alemã

A atuação de Neymar foi bastante elogiada pela imprensa alemã

O Süddeutsche citou uma declaração do técnico da Espanha, Vicente del Bosque, admitindo a superioridade da seleção brasileira na partida. “Aceitamos essa derrota merecida”, disse o treinador.

O jornal Die Welt também afirmou que o Brasil “desencantou” a Espanha e, assim como o Süddeutsche Zeitung, qualificou o desempenho brasileiro de “futebol dos sonhos”. O artigo destacou a declaração de Scolari de que ganhar a Copa do Mundo é possível.

O Die Welt ainda ironizou a seleção espanhola, afirmando que faltou o tiki taka e que o segundo tempo foi um “pesadelo” para a Espanha, com um pênalti perdido por Sergio Ramos e a expulsão do zagueiro Piqué, além do terceiro gol, marcado por Fred.

Jogadores da Bundesliga

A ausência de dois dos três jogadores do Bayern de Munique, que ficaram no banco de reservas no Maracanã – Dante pelo Brasil e Javiér Martinez pela Espanha – também foi mencionada pelo Die Welt. Da equipe bávara que venceu a Liga dos Campeões, a Copa da Alemanha e o Campeonato Alemão somente o volante Luiz Gustavo participou da partida.

Neymar foi o destaque da matéria publicada no site da revista Kicker. O vencedor da Bola de Ouro, o troféu de melhor jogador do torneio, vai passar por uma cirurgia em consequência de amigdalite na próxima sexta-feira. Outra matéria da Kicker ressaltou que “o Brasil devorou os campeões mundiais”, quebrando a série invicta da seleção espanhola.

O site do telejornal Tagesschau relacionou o jogo com os protestos, ao ressaltar em sua manchete que “O Brasil protesta e triunfa”. Segundo o site, a Copa das Confederações começou como terminou – com protestos nas ruas e vitória da seleção brasileira. Destaques também para as atuações de Neymar e Fred e para a quebra da invencibilidade dos espanhóis.

O site esportivo Goal também destaca Neymar, eleito pelos jornalistas que cobriram a competição como o Bola de Outro. Em segundo lugar ficou o espanhol Andrés Iniesta, seguido do brasileiro Paulinho. O Goal lembrou que o último jogador a ser escolhido como o melhor do torneio foi Kaká, em 2009.

Leia mais